Topo

Tecnologia


Principal anúncio da Apple foi: ela não vai matar o iPhone 5S ainda

Gabriel Francisco Ribeiro e Márcio Padrão

Do UOL, em São Paulo

04/06/2018 16h11

Algo comum quando a Apple anuncia sua versão anual do sistema operacional iOS é que a marca privilegia as linhas dos últimos quatro anos e exclui as mais antigas. Mas no anúncio desta segunda (4) na conferência WWDC, a Apple surpreendeu, pois a atualização de sistema vai contemplar até mesmo o velho e ainda popular modelo 5S, de 2013.

O iOS 12, que teve suas novidades anunciadas no evento, deverá dobrar a velocidade de desempenho e além de agraciar os modelos atuais - iPhones 8, 8 Plus e X - não retirou nenhum dos modelos contemplados no iOS 11 - esta será a atualização que irá contemplar mais celulares. No ano passado, o iPhone 5S foi o modelo mais antigo que recebeu a atualização. Ele deixou de ser fabricado pela Apple em 2016.

Veja também: 

Como esperado, a Apple não fez uma grande mudança no sistema após o grande redesign do ano passado. Ela focou mais em performance (prometendo o dobro de velocidade) e atualizações extras que envolvem realidade aumentada e outros recursos dos iPhones. Nenhum novo produto foi anunciado pela companhia. 

Realidade aumentada em foco

Reprodução/Apple
Apple e Lego apresentam realidade aumentada do iOS 12 em ação com kit da Lego na WWDC Imagem: Reprodução/Apple

O novo aplicativo Measure é um dos bons exemplos de realidade aumentada prometidos pela Apple, pois ele servirá como um substituto da fita métrica ou régua, medindo quase que automaticamente os centímetros das arestas de uma caixa com a câmera do iPhone. O UOL Tecnologia já testou um app que faz algo semelhante.

Outros exemplos práticos de realidade aumentada incluíram mostrar uma versão digital de uma guitarra -- tirada do site da ;fabricantes - e ver seu tamanho "real" no ambiente, além de uma extensão digital para um kit de montar da Lego, construindo uma cidade em cima de uma mesa. É como se fosse um Lego virtual, e feito com seus amigos - que também tenham iPhone ou iPad, claro.

Apple quer que você use menos o iPhone

Reprodução/Apple
Apple apresenta o novo app Limits na WWDC Imagem: Reprodução/Apple

Com tantas coisas novas, paradoxalmente a Apple também quer que usemos menos o iPhone. Assim como o Google, a companhia apresentou a ferramenta "Screen Time" que melhora a saúde digital do usuário. Uma delas é o "não perturbe enquanto está dormindo", em que todas as notificações serão barradas durante a noite. Este modo também poderá ser programado para eventos que você terá durante o dia.

Uma nova função do iPhone chamada 'Limits" é um relatório de como você usa o celular: quantas horas passa nele, quais apps passa mais tempo, quais te mandam mais notificações. Será possível criar um limite para aplicativos --o iPhone te mandará uma mensagem que o tempo limite no app foi atingido. Apps terceiros já fazem isso, mas desta vez será nativo no iOS.

Mais animoji - e agora o Memoji

Reprodução/Apple
Memoji: agora você poderá virar um emoji, como no S9 da Samsung Imagem: Reprodução/Apple

Os Animojis ganharão a possibilidade de mostrar a língua nos emojis animados. A Apple ainda anunciou o Memoji, que possibilita criar o emoji exatamente como o usuário. É o que a Samsung já apresentou no novo Galaxy S9, mas não será automático: o usuário terá que criar cada item do seu rosto no app. E ele poderá integrar com o Facetime, deixando você com cabeça de emoji na conversa em grupo (bem inútil, mas pode ser divertido).

Facetime em grupo

Reprodução
Chaamdas em grupos pelo Facetime serão possível Imagem: Reprodução

Outra novidade aguardada é que finalmente o Facetime ganhará suporte a conversas em grupo em vídeo --uma tendência de 2018, visto que Instagram e WhatsApp em breve terão isso, ainda que tardiamente. O destaque da Apple é o grande número de contatos que poderão ser colocados ao mesmo tempo: até 32!

Craig Federighi faz uma demonstração da tecnologia no palco. Os principais membros da conversa ficam destacados no topo, enquanto outros membros ficam na parte de baixo e você pode deslizar para o lado para ver cada um. A conversa em grupo pelo Facetime também poderá ser feita via animojis e memojis - pra que isso, Apple?

Siri ligada a outros apps

Como especulado, a Siri também terá um avanço para o próximo ano. Ela tem um novo recurso chamado "shortcuts" ("atalhos"), que é a integração da assistente com apps de terceiros para, por exemplo, criar frases rápidas para interagir com eles. Por exemplo, dá para achar suas chaves com a Siri se elas estiverem com o Tile --"gadget" criado para localizar objetos--preso ao chaveiro.

A Siri ainda terá sugestões para ações que você faz com frequência, como pedir para ativar o "não perturbe" quando estiver no cinema. Um novo aplicativo voltado só para isso, chamado "Shortcuts", vai gerenciar as várias funções para criar atalhos.

Outras novidades do iOS 12:

  • O app Fotos ganhou melhorias na busca por fotos e uma nova aba chamada "para você" que mostrará suas memórias e sugestões de edições, além de fotos tiradas neste dia em anos anteriores (como o Facebook faz).
  • O Apple News e o Ações ganharão integração entre um e outro.
  • As notificações finalmente ficarão agrupadas por app, como no Android
  • O gravador de voz foi remodelado
  • O app de livros digitais também ganhou um novo design.
  • Uma central de controle nova permitirá pais controlarem o uso dos celulares pelos filhos, estabelecendo tempo no app, tempo no celular e muito mais.
  • O app CarPlay (integração com carros) ganhará suporte a mapas de terceiros, incluindo o Google Maps e o Waze

Novidades no Mac

O macOS também ganhou um novo sistema operacional, chamado Mojave. As principais novidades são um "dark mode", uma ferramenta que organizará a bagunça do desktop e a "continuidade na câmera", que permitirá que você tire uma foto com o celular e automaticamente passe ela para um documento. 

Outro recurso interessante é que o Safari não vai mais permitir que recursos de redes sociais (como botões de compartilhamentos e comentários) que apareçam em sites sejam exibidos. Isso porque eles são usados para rastrear usuários. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Newsletters

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero receber

Mais Tecnologia