Topo

Tecnologia


Como no caso da ex-BBB Fani: o que fazer se hackearem seu Instagram?

Fani conseguiu recuperar conta no Instagram depois de pressionar rede social

Gabriel Francisco Ribeiro

Do UOL, em São Paulo

20/06/2018 12h33

A ex-BBB Fani revelou recentemente uma enorme dor de cabeça: teve a conta do Instagram roubada por um hacker. A atual estudante de medicina procurou a polícia e disse temer perder cerca de R$ 10 mil por mês, que costuma ganhar como influenciadora na rede social.

Mas o que fazer nesses casos em que hackers invadem o seu Instagram?

O caso de Fani não é único – na verdade, são muitas as pessoas que já tiveram seu perfil invadido. O UOL Tecnologia procurou o Instagram, que ofereceu os procedimentos corretos para casos do tipo.

Veja também: 

Existem duas opções disponíveis na Central de Ajuda da rede social. Se você notar alguma atividade suspeita, é importante para entender qual problema ocorre com seu perfil. No caso da Fani, contudo, as soluções oficiais passadas pelo Instagram não funcionaram (entenda mais abaixo).

Minha conta está publicando conteúdo não autorizado

É quando aparecerem publicações no seu perfil ou comentários que não foram feitos por você. Alguns hackers aproveitam brechas para simplesmente publicar algo no seu perfil, sem mudar a senha, e buscar fazer vítimas com golpes e links maliciosos. Isso pode ocorrer, por exemplo, com o golpe da promoção falsa de Ray-Ban que invade perfis com a publicação de spam.

Neste caso, o Instagram sugere que você altere sua senha imediatamente ou envie um email de redefinição de senha para si mesmo. Outra ação que deve ser tomada urgentemente é cancelar o acesso a quaisquer outros aplicativos de terceiros que você pode ter entrado com seu login do Instagram.

Existem apps feitos especificamente para derrubar perfis da rede social – entre eles, alguns que prometem mais seguidores e outros que afirmam que te darão curtidas. Mas pode ser que até mesmo um aplicativo que usou seu login no Facebook acesse sua conta, caso seu email seja o mesmo para ambas as redes sociais.

Acho que minha conta do Instagram foi invadida

Este é o caso em que você pode perder o acesso à conta do Instagram. A rede social sugere, nestas situações, obter ajuda pelo Canal de Ajuda do próprio aplicativo. Ao aparecer a tela de acesso, você deverá clicar no botão "obter ajuda para fazer login" logo abaixo de "entrar".

Tanto no Android quanto no iOS, a rede social recomenda inserir o nome de usuário (se ele foi alterado, peça a um amigo para ver qual o nome atual usado pelo hacker) ou email ligado à conta e, então, clique em “precisa de mais ajuda?”. Aí você deverá seguir as instruções que forem dadas pela rede social.

Meios oficiais não adiantaram: pressão

O que pode ajudar nesses momentos de desespero em que influenciadores perdem dinheiro enquanto estão sem a conta é pressionar de alguma forma a rede social a acelerar o processo para recuperar a conta. Foi o que Fani Pacheco fez – é claro que a fama da ex-BBB pesa muito nessas horas, já que reportagens foram publicadas em vários sites.

A estudante de medicina criou uma conta provisória no Instagram para denunciar o roubo de seu perfil principal, que chegou a ser deletado da rede pelo invasor. Segundo Fani, ao entrar em contato com o Instagram, a recomendação do suporte era "criar uma nova conta" – sem, claro, os 650 mil seguidores.

Ela ficou sem o perfil por uma semana e sofria chantagem do invasor.

Após conceder entrevistas e prestar queixa contra o hacker, conseguiu em um dia reaver o acesso a seu perfil com todos os seguidores.

O Instagram chegou a entrar em contato com ela por causa da repercussão do caso.

"Pessoal, gostaria de agradecer a todos que foram solícitos e me ajudaram a marcar aqui o @instagram. O Instagram me ligou, recuperou minha conta com quase todos os seguidores e estou à espera de um selo de verificação", escreveu a ex-BBB em um story na rede social.

Fani ficou sem postar fotos de 10 de junho a 19 de junho, já que não tinha acesso à rede social. A ex-BBB reclamou ainda, antes de ter a conta recuperada, que o cibercriminoso havia deletado fotos de seu perfil enquanto fazia chantagens com ela. Não ficou claro se as fotos também foram recuperadas.

A assessoria de imprensa do Instagram afirmou ao UOL Tecnologia que é possível que fotos deletadas por invasores sejam recuperadas se o usuário seguir os passos indicados na recuperação da conta – contudo, a rede social não detalhou como funciona esse processo de recuperação de fotos.

Mais Tecnologia