Topo

Tecnologia


Por que Elon Musk está em uma treta com um unicórnio soltando pum?

Reprodução/Twitter
Tuíte de Elon Musk de 2017 com foto de caneca ilustrada por unicórnio flatulando Imagem: Reprodução/Twitter

Márcio Padrão

Do UOL, em São Paulo

06/07/2018 17h41

Quem acompanha o noticiário de tecnologia sabe que Elon Musk é um cara de perfil mais descontraído que a média dos executivos do ramo. Mas a notícia da vez é estranha até mesmo para os padrões de Musk.

O dono da montadora Tesla e da empresa de foguetes Space X está sendo acusado de usar uma imagem mal desenhada de um unicórnio flatulando sem autorização ou compensação do suposto criador, um artista de Colorado (EUA) chamado Tom Edwards.

VEJA TAMBÉM:

Em fevereiro de 2017, Musk tuitou a imagem original, estampada em uma caneca de Edwards. Na caneca, havia a frase "Carros elétricos são bons para o ambiente porque eletricidade vem da mágica" e o unicórnio soltando um pum em um tipo de funil, sugerindo que a energia para os carros viriam dessa "fonte".

"Arco-íris, unicórnios e carros elétricos", disse Musk no seu tuíte. Edwards se sentiu honrado com a "ajudinha" e passou a receber mais encomendas dessa caneca. Até que a "homenagem" do executivo foi além.

Apenas um mês depois, Musk tuitou uma réplica muito parecida com a ilustração de Edwards para demonstrar o recurso de “bloco de desenho” que vem instalado no software de navegação dos carros da Tesla.

Com uma caneta stylus, similar à S Pen dos celulares Galaxy Note e do Apple Pencil da Apple, agora é possível criar desenhos digitais no painel do Tesla. No ano seguinte, a imagem da réplica do unicórnio foi incluída na íntegra do software da Tesla.

A filha de Edwards, Lisa Prank, criticou o empresário no Twitter. "Ei, o namorado de Grimes copiou a arte do meu pai! Isto é uma história verídica! O que você tem a dizer para si mesmo, Elon Musk?

Ele respondeu a ela na rede social dizendo: "Acho que Nik [Jovanovic, usuário do Twitter] fez uma ilustração com o bloco de rascunhos do Tesla similar à caneca que postei. Foi escolhido aleatoriamente pela equipe como uma piada como um exemplo do recurso. Podemos mudar para outra coisa se seu pai quiser".

As críticas de Prank continuaram e aparentemente Musk recebeu um comunicado dos advogados de Edwards.

"Não acha que artistas merecem ser pagos pelo seu trabalho? Talvez você devesse responder à carta que seu advogado o enviou". Musk se defendeu dizendo que a Tesla não teve nenhum ganho financeiro com o desenho e que Edwards deveria estar feliz porque a história "aumentou suas vendas de canecas".

Na semana passada, Musk tuitou a um jornalista dizendo: "Eu me ofereci para pagar o cara que já o fez duas vezes por algo que eu nem quero". Em resposta a outro tuíte, disse: "Eu definitivamente me preocupo com artistas sendo recompensados. Seria injusto não fazê-lo."

O caso é que se você tentar ver esses tuítes de Musk sobre o assunto, não vai conseguir mais, pois eles foram todos deletados. Além disso, a filha de Edwards foi bloqueada por ele no Twitter.

Edwards disse ao "The Guardian" que ele queria uma solução positiva para a celeuma. "Eu realmente gostaria de ficar do lado de Elon Musk", disse ele. "Ele é realmente muito interessante. Mas ele não está acima da lei de direitos autorais." Aguardemos os próximos capítulos desta saga flatulante.

Hyperloop: veja como será o transporte em cápsulas de alta velocidade

UOL Notícias

Mais Tecnologia