Topo

Tecnologia


Perdeu, Apple: Huawei vende mais smartphones e deixa empresa para trás

Divulgação
Huawei P20 Pro foi eleito o celular com as melhores câmeras até agora Imagem: Divulgação

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em São Paulo

2018-08-01T11:57:10

01/08/2018 11h57

E não é que a fabricante chinesa Huawei conseguiu surpreender mais uma vez. Não estamos nem falando de smartphones inovadores, como o seu celular com uma câmera tripla. A empresa conseguiu vender mais smartphones do que a Apple no segundo trimestre de 2018. Com isso, a Huawei agora ocupa a segunda posição no ranking das maiores fornecedoras de smartphones do mundo, ficando atrás apenas da Samsung.

  • 52036
  • true
  • http://tecnologia.uol.com.br/enquetes/2018/08/01/qual-marca-voce-prefere.js

Dados da consultoria IDC indicam que a empresa chinesa cresceu 40,9% entre o segundo trimestre do ano passado e o deste ano. Com a marca de 54,1 milhões de aparelhos fabricados e enviados para as redes varejistas, sua participação de mercado chegou a 15,8%.

    Nessa terça-feira (31), inclusive, a Huawei divulgou que sua receita subiu para o equivalente a US$ 47,7 bilhões no primeiro semestre deste ano. A China é o seu principal mercado de atuação, mas a empresa anunciou recentemente que passsará a comercializar alguns modelos no mercado brasileiro.

    O crescimento da Apple no segundo trimestre ficou em 0,7% e sua participação ficou em 12,1%, com 41,3 milhões de celulares vendidos. Apesar do resultado, é importante lembrar que a empresa costuma lançar novos iPhones agora em setembro. É possível que no próximo balanço ela recupere sua posição. Temos que aguardar.

    Veja também

    Já a Samsung, mesmo com queda de -10,4% ano a ano, ainda é a primeira fabricante com 20,9% de mercado, com seus 71,5 milhões de smartphones comercializados.

    Acredita-se que as vendas mais lentas do S9 e do S9+ possam ter contribuído para esse resultado, já que as vendas ficaram abaixo da meta. A Samsung afirmou durante a divulgação de seu balanço que a taxa de lucro trimestral foi mais lenta diante da competição com fabricantes chineses de smartphones.

    A expectativa é que o Galaxy Note 9, próximo lançamento da marca previsto para o dia 9 de agosto, ajude a reverter o quadro.

    Ainda segundo a IDC, a fabricante Xiaomi aparece em 4º lugar (31,9 milhões de aparelhos vendidos), seguida da também chinesa OPPO (29,4 milhões de aparelhos comercializados).

    Outra empresa de pesquisa de mercado, a Strategy Analytics, também registrou números próximos ao da IDC em relação ao no segundo trimestre de 2018. Confira:

    • Samsung – 71,5 milhões de smartphones vendidos e participação de mercado de 20,4%
    • Huawei – 54,2 milhões de smartphones vendidos e participação de mercado de 15,5%
    • Apple – 41,3 milhões de smartphones vendidos e participação de mercado de 11,8%

    Queda nas vendas de smartphones

    Mesmo com muitos aparelhos vendidos, as empresas de modo geral tiveram queda de 1,8% entre o segundo trimestre deste ano e o mesmo período no ano passado, de acordo com dados da IDC.

    Ao todo, foram comercializados 342,0 milhões de unidades, contra 348,2 milhões de smartphones vendidos no ano anterior.

    Para a IDC, o resultado marca o terceiro trimestre consecutivo de recuo do setor em relação as vendas de smartphones em todo o mundo.

    A Strategy Analytics observou o mesmo comportamento do mercado, contabilizando 350,4 milhões de celulares vendidos no segundo trimestre de 2018. No ano passado, o volume foi de 360,4 milhões (queda de 3%). Dois dos motivos, para a empresa, foi a falta de inovação de hardware e o tempo maior de espera para os usuários trocarem de aparelho.

    $escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-infografico','/2018/chamada-uol-testa-1533128500686.vm')

    Mais Tecnologia