Topo

Tecnologia


A incrível história do emoji de homem de terno flutuando

Reprodução
O emoji do homem de terno flutuando tem raízes num disco com Bob Marley Imagem: Reprodução

Bruno Romani

Do UOL, em São Paulo

04/08/2018 15h29

Você pode não ter percebido, mas escondidinho aí no seu smartphone tem um homem de terno flutuando. Ele é um emoji bem pouco usado, mas que certamente deve ter umas das histórias mais incríveis entre todos esses símbolos. Tem até o Bob Marley na parada! 

A história do homem de terno, porém, começou bem antes dos smartphones existirem. Em 1997, a Microsoft lançou o Internet Explorer 4.0, que entre as suas novidades trazia uma nova fonte, a Webdings. A ideia com ela era substituir as letras do alfabeto romano por ícones, o que poderia facilitar o trabalho de designers para incorporarem elementos gráficos aos seus trabalhos. De certa forma, eles eram ancestrais dos emojis atuais.

VEJA TAMBÉM

Para criar a nova fonte, a Microsoft contratou um time de designers e os instruiu com palavras-chave sobre o que deveria constar na Webdings. Uma dessas palavras era "pular", que foi traduzida na forma do homem de terno levitando (que também lembra um ponto de exclamação). Acontece que a inspiração para o símbolo também não foi nada trivial

Reprodução
Com a presença do homem de terno, a Webdings foi criada em 1997 para ajudar designers Imagem: Reprodução

Entre os contratados da Microsoft para o trabalho estava Vincent Connare, o pai da Comic Sans, a fonte que tão bem representa os anos 1990 na internet e que gera reações de amor e ódio entre designers de todo o mundo. Connare olhou para um vinilzão dos anos 1970 da banda de ska The Specials e encontrou seu homem.

O disco do The Specials era distribuído pelo selo 2 Tone Records, que era representado pelo logo de um homem de terno, óculos escuros e chapéu - o traje preferido entre muitas bandas de ska. O personagem tinha até nome: Walt Jabsco.

Só que o logo era também a representação de uma lenda do reggae. Jerry Dammers, dono da 2 Tone Records, havia criado o bonequinho com base na pose de Peter Tosh na capa do disco "The Wailing Wailers", da banda The Wailers. Lançado em 1965, o trampo marcou a estreia da banda jamaicana que, além de Tosh e Bunny Wailer, tinha Bob Marley na formação.

Reprodução
"Avô" do emoji do home de terno, o logo da 2 Tone Records se inspirou na pose de Peter Tosh Imagem: Reprodução

Aparentemente, a Webdings fez sucesso no navegador da Microsoft e foi incorporada ao Windows a partir do Windows 98. Em 2014, o Consórcio Unicode, que determina padrões de emojis, anunciou a chegada de novos ícones na versão 7.0. Muitas dessas novas figuras eram adaptações de duas fontes: Webdings e Wingdings. E assim, uma figura inspirada na capa de um disco com Bob Marley foi parar no seu celular.

Por fazer parte do padrão Unicode, o emoji do homem de terno flutuando está presente no Android, no iOS, no WhatsApp, no Windows, nos aparelhos da Samsung, no Facebook, no Twitter e em qualquer outra plataforma que adota o Unicode. Procura ele aí! 

Mais Tecnologia