Topo

Tecnologia

Facebook começa a cadastrar interessados em fazer propaganda eleitoral

Anúncios mostrarão quem pagou por propaganda

Rodrigo Trindade

Do UOL, em São Paulo

09/08/2018 17h39

O Facebook iniciou o processo de cadastro dos candidatos e partidos políticos em preparação para a propaganda eleitoral, que começará no próximo dia 16 de agosto. Em um comunicado, a empresa informou a novidade e destacou o fato de o Brasil ser o segundo país do mundo a utilizar a ferramenta.

"Candidatos, seus representantes, partidos e coalizões políticas precisarão se registrar no Facebook para conseguir marcar um anúncio como 'Propaganda Eleitoral' quando as campanhas começarem no dia 16 de agosto", diz o texto. Tal procedimento poderá ser realizado a qualquer momento durante a campanha.

VEJA TAMBÉM

A empresa quer, com esta medida, trazer mais transparências à ferramenta de anúncios e páginas. No caso de conteúdo político, haverá uma indicação de quem pagou pela propaganda. Material publicitário eleitoral será discriminado como "Propaganda Eleitoral" e virá acompanhado do número do CPF ou CNPJ do anunciante.

O registro para essa ferramenta é feito por uma página dentro do próprio Facebook. No mesmo local, será possível para qualquer usuário acompanhar toda a propaganda política compartilhada na plataforma, na chamada "Biblioteca de Anúncios". Ela trará informações dos anúncios, com valores aproximados gastos pelos anunciantes e informações sobre o público atingido - tudo a partir do dia 16 de agosto.

A iniciativa teve como pano de fundo a série de escândalos que a rede social se envolveu recentemente. Uma delas foi a influência russa nas eleições dos Estados Unidos, outra o abuso de dados como arma política.

Mais Tecnologia