Topo

Tecnologia


Ranking traz os celulares que mais emitem radiação; chineses lideram

Getty Images/iStockphoto
Ainda não são claros os efeitos da radiação de celulares na nossa saúde Imagem: Getty Images/iStockphoto

Gabriel Francisco Ribeiro

Do UOL, em São Paulo

2018-09-02T13:51:15

02/09/2018 13h51

Celulares fazem parte da nossa rotina diária e estamos próximos a eles quase 24 horas por dia. Em meio a isso, há um debate grande sobre que possíveis problemas a radiação emitida por essa tecnologia pode nos causar. Mas quais seriam os aparelhos com mais radiação emitida? Um site resolveu fazer um ranking para dar essa resposta.

Antes de tudo, é bom dar um aviso: autoridades da saúde ainda não deram um veredicto sobre os potenciais danos de smartphones ao corpo humano. Por ser uma tecnologia relativamente recente e que constantemente tem mudado, muitos estudos ainda são feitos para determinar os perigos à nossa sociedade.

Veja também:

Um dos estudos mais recentes sobre impactos de celulares em nossa saúde concluiu que o tipo de radiação emitida por um telefone celular não deve ser motivo de alarme. – seria uma radiação de radiofrequência muito baixa, semelhante à encontrada em sinais de TV e Rádio.

Sendo assim, essa radiação “não ionizante” não seria radioativa ou de raios-x e, por isso, não causaria danos ao DNA. Antigamente, estudos ligavam o celular a certos tumores cerebrais. Já outros estudos ligam o uso dos aparelhos a ondas cerebrais afetadas, causando até efeitos adversos na memória.

Se a ciência ainda se decide sobre impactos dos aparelhos na saúde, o site Statista, especialista em estatísticas, compilou um ranking com os smartphones que mais emitem radiação. Os dados são do Escritório Federal Alemão para a Proteção de Radiação (Bundesamt für Strahlenschutz), que possui uma grande base de dados sobre o assunto de aparelhos novos e antigos.

No ranking dos 15 celulares que mais emitem radiação, a maioria dos aparelhos é de companhias chinesas que têm se popularizado pelo alto poder dos aparelhos por um preço mais baixo do que as principais do mercado. Mas a lista também conta com companhias famosas e que vendem no Brasil, como a Apple e Sony.

Os números medidos no resultado são de watts por quilo. A radiação da análise foi detectada durante ligações, com o aparelh na orelha do usuário. Veja o ranking:

15º - ZTE AZON 7 mini – 1,29
14º - Xiaomi Redmi Note 5 – 1,29
13º - Apple iPhone 8 – 1,32
12º - OnePlus 6 – 1,33
11º - Sony Xperia XZ1 Compact – 1,36
10º - Apple iPhone 7 – 1,38
9º - Huawei P9 lite – 1,38
8º - OnePlus 5 – 1,39
7º - Huawei Nova Plus – 1,41
6º - Huawei P9 – 1,43
5º - Huawei GX8 – 1,44
4º - Huawei P9 Plus – 1,48
3º - Huawei Mate 9 – 1,64
2º - One Plus 5T – 1,68
1º - Xiaomi Mi A1 – 1,75

Foram considerados celulares lançados até 8 de agosto das seguintes marcas: Apple, Blackberry, Google, HTC, Huawei, LG, Motorola, OnePlus, Samsung, Sony, Xiaomi e ZTE.

Não há um guia universal de um nível seguro de radiação emitida por um celular. No entanto, a certificação alemã de solidariedade ambiental é dada para aparelhos que tenham uma taxa menor que 0,60 watts por quilo.

Mais Tecnologia