Topo

Tecnologia


Queremos! Por que o iPhone XR é o novo queridinho

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em Cupertino *

13/09/2018 15h50

Nem todo mundo curtiu o exagero do iPhonão XS Max. Na verdade, o que mais gerou comoção entre os adoradores da Apple foi o iPhone XR, o iPhoninho, que vai custar a partir de US$ 749 nos EUA (R$ 3.116 na conversão direta, sem impostos).

Ao todo, foram três novos modelos. Além desses, veio a versão atualizada do iPhone X, que agora chama XS

Já colocamos as mãos nos três novos aparelhos, e agora contamos por que você vai querer o XR (veja no vídeo acima).

Ficha técnica: iPhone XR

Tela: 6,1 polegadas LCD (1792 x 828 pixels)
Sistema Operacional: iOS 12
Processador: Apple A12 Bionic
Memória: 64 GB, 128 GB e 256 GB
Câmeras: 12 MP simples e 7 MP (frontal)
Peso: 194 gramas
Cores: Branco, preto, azul, coral, amarelo e vermelho (especial)

Os argumentos

Em primeiro lugar, ele tem cara e jeito de iPhone X, que foi o modelo mais revolucionário da Apple nos últimos tempos. Tem entalhe, tela infinita, reconhecimento facial e aqueles recursos bacanas do modo retrato. A diferença é que você não vai pagar quase R$ 7.000 no aparelho

  • 52440
  • true
  • http://tecnologia.uol.com.br/enquetes/2018/09/12/voce-pretende-comprar-algum-dos-novos-iphones.js

Tudo bem, ainda não sabemos quanto ele vai custar no Brasil --não tem nem data para ele chegar por aqui. Mas, levando em consideração que nos EUA ele vai custar US$ 749, US$ 250 a menos do que o preço de lançamento do iPhone X, podemos considerar que ele será mais baratinho, ou menos caro.

Para conseguir um preço mais atrativo, a Apple colocou uma tela de 6,1 polegadas (um pouco maior que a do ano passado, de 5,8"), mas de qualidade inferior, LCD. De resto, ele vem com o novo processador super potente, o A12 bionic, e com a possibilidade de usar duas linhas de telefone no mesmo aparelho.

O modelo mais baratinho também não tem o 3D Touch - o recurso que abre opções de aplicativos (como um clique com o botão esquerdo do mouse no computador) ao pressionar com mais força o logo do app. 

Outros atrativos são as cores. Tem para todos os gostos: branco, preto, azul, amarelo, vermelho e coral, uma mistura de rosa com laranja. O corpo do XR é feito de alumínio e vidro, ou seja, ficou menos frágil, mas garantiu a possibilidade de um recarregamento sem fio.

VEJA TAMBÉM

Mas, o principal argumento para te convencer são as câmeras. Quem sonha com as fotos de alto nível da Apple, agora pode ter um celular com excelentes câmeras e efeitos super bacanas por um preço não tão exorbitante.

A diferença do XR para os irmãos é a câmera simples, no lugar da câmera dupla. Calma, o modo retrato, que faz fundo desfocado, também funciona no modelo mais barato por conta de um novo sensor.

O que eu mais gostei foi que finalmente o iPhone ganhou aquilo que os concorrentes já fazem: ajustar manualmente o desfoque de fundo, de acordo com o nosso gosto. 

Mas, vale dizer: o XR vem para substituir o iPhone SE, lá de 2016, que ganhou o apelido de baratinho e a Apple acaba de matar. Só que, sabemos, de baratinho ele não vai ter nada.  $escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-infografico','/2018/um-iphonao-desse-bicho-1536927916516.vm')$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-infografico','/2018/chamada-cameras-1533150578326.vm')

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-infografico','/2018/diferenca-entre-iphones-1536959348952.vm')

Mais Tecnologia