Topo

Tecnologia


Vale a pena comprar o iPhone 8? Veja comparação dele com a concorrência

Um iPhonão desse, bicho! Com iPhone XS Max, a Apple se rendeu à telona

Relembre a evolução

Márcio Padrão

Do UOL, em São Paulo

2018-09-20T11:37:21

20/09/2018 11h37

Agora que os novos iPhones de 2018 foram divulgados, foi dada a largada para quem curte a Apple comprar modelos antigos, que estão com um preço muito mais atraente. Mas, antes de decidir, vale dar uma pesquisada nos modelos da concorrência.

Para facilitar, comparamos abaixo o iPhone 8 com outros aparelhos da mesma faixa. Apesar de ser um modelo lançado no ano passado, o 8 ainda está na linha da Apple e é uma opção de celular ainda bastante atual.

VEJA TAMBÉM

Os concorrentes Android do iPhone 8 foram selecionados por faixa de preço no Brasil, com pequenas diferenças para mais ou para menos. 

Os valores usados foram consultados no Shopping UOL em 17 de setembro de 2018 e estão sujeitos a variação. Eles são os preços mais baratos encontrados para compras à vista, que às vezes recebem descontos.

iPhone 8

Ano de lançamento: 2017
O que é? Último iPhone com tela "não infinita" (sem entalhe) e com o botão Home. Ainda vem com câmera simples
Tela: 4,7 polegadas
Câmeras: 12 MP (principal) e 7 MP (frontal)
Processador: 2,39 GHz de velocidade (hexa-core)
Memória RAM: 2 GB
Armazenamento: 64 ou 256 GB
Bateria: 1.821 mAh
Preço atual: a partir de R$ 3.284,99 (64 GB); R$ 3.519,12 (256 GB)

Com o dinheiro do iPhone 8 você pode comprar:

LG G7 ThinQ (2018, R$ 3.134,05): Tela de 6,1 polegadas, câmeras de 16 MP (dupla principal) e 8 MP (frontal), processador com 2,8 Ghz de velocidade, bateria de 3.000 mAh, 4 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento
Samsung Galaxy S9+ (2018, R$ 3.299): Tela de 6,2 polegadas, câmeras de 12 MP (dupla principal) e 8 MP (frontal), processador com 2,8 GHz de velocidade, bateria de 3.500 mAh, 6 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento

Resumo: Quando chegamos nos iPhones mais recentes, a faixa de preço aumenta e as opções na concorrência rareiam. Mas o iPhone 8 ainda se mostra, em números, pior que os Androids lançados neste ano, que trazem telas, baterias, memória RAM e armazenamento maiores. Na prática, porém, sabemos que esses números são menos relevantes para aparelhos da Apple, que conseguem tirar mais de menos. Apesar de ter câmera simples na traseira, as fotos são quase profissionais e muito equilibradas.

Mais Tecnologia