Topo

Tecnologia


Nazismo de esquerda? Ditadura com voto? Como a Wikipédia veta falácias

Getty Images
Imagem: Getty Images

Helton Simões Gomes

Do UOL, em São Paulo

2018-10-05T04:00:00

2018-10-06T08:56:14

05/10/2018 04h00Atualizada em 06/10/2018 08h56

Uma onda de revisionismo histórico toma conta de internautas, que passam a pregar sem parar que o Nazismo era uma corrente política de esquerda. Tão logo são publicadas reportagens contestando a ideia, e já aparecem defensores para atestar que a informação é verídica, pois o partido de Adolf Hitler levava socialista no nome. Não contentes em levar a discussão a Twitter, Facebook e WhatsApp, os partidários dessa concepção tentam incluí-la na Wikipédia, a maior enciclopédia do mundo.

Pode não parecer, mas a descrição acima não é a de um movimento que ocorre atualmente na internet do Brasil. Trata-se dos Estados Unidos de alguns anos atrás. Para barrar insistentes tentativas de alterar a página sobre Nazismo, os editores da versão em inglês da Wikipédia criaram uma estratégia. De tão bem sucedida, foi implantada por brasileiros para impedir o revisionismo histórico em textos relacionados à Ditadura Militar (1964-1985).

VEJA TAMBÉM:

Antes de cada alteração ser feita na Wikipédia, há muita discussão que se desenrola nos bastidores. Eles criaram um pergunta e respostas sobre ideias consolidadas a respeito da agremiação política. As considerações incluídas ali não podem ser retiradas do artigo original.

Com equipe muito menor, formada por 5 mil editores, os brasileiros importaram a ideia. "A gente viu que não adiantava debater o tempo todo", contou Érico Wouters, estudante de 21 anos e administrador da Wikipédia. A ideia é levar para artigos mais sensíveis. A título de comparação, a versão anglófona da enciclopédia é editada por 100 mil pessoas, que cuidam de 6 milhões de artigos -- a versão em português possui cerca de 1 milhão de textos.

VEJA MAIS:

Os brasileiros, no entanto, ampliaram o conceito e ampliaram as informações que não podem ser retiradas do texto, como:

  • Nazismo não é de esquerda, e, sim, uma corrente de extrema-direita;
  • Ter socialismo no nome do partido não quer dizer que não eram;
  • Nazistas não inventaram a assistência de saúde pública.

Essa questão de dizerem que Nazismo ser de direita ou esquerda começou antes do período eleitoral. Todo dia aparecia alguém para discutir o assunto. Existe um consenso acadêmico que o nazismo é de extrema-direita

Heitor Carvalho Jorge, jornalista e administrador da Wikipédia

A diretriz de derrubar quaisquer alterações que vá contra o estabelecido no "perguntas e respostas" funcionou. Poucas pessoas se aventuram a fazer modificações em tópicos referentes ao Nazismo para associá-lo à esquerda.

A ideia deu tão certo, que foi estendida para outros artigos polêmicos. Um deles foi o de aquecimento global, que vira e mexe era colocado em xeque por negacionistas. O texto ganhou 21 perguntas e respostas para esclarecer, por exemplo, que:

  • uma onda de frio não é prova da inexistência do aquecimento global;
  • o aumento do dióxido de carbono na atmosfera não foi causado por fontes naturais, como vulcões ou oceanos;
  • o vapor de água pode até ser um dos principais gases do efeito estufa, mas não é responsável pelas alterações climáticas;

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Outro tópico bastante contestado que ganhou um FAQ foi o de Evolução. "Tinha muito religioso que dizia que aquilo era mentira e não comprovado pela ciência", conta Jorge.

Esse recurso não tinha sido criado em resposta à vandalização de textos impulsionada pela polarização política em que vive o Brasil. Só que, diante da grande quantidade de relativização histórica feita no artigo da Ditadura Militar, os editores da Wikipédia resolveram criar no ano passado uma sessão de perguntas e respostas para o texto.

VEJA MAIS:

Wouters conta que constantemente trocavam o termo ditadura militar por contrarrevolução, tortura por práticas de obtenção de informação e golpe por revolução.

O FAQ estabelece que:

  • o período chamado de Quinta República Brasileira foi uma ditadura por não possuir características básicas de uma democracia, vide dissidentes serem torturados;
  • os presidentes militares eram ditadores;

Serve para as pessoas entenderem melhor o assunto. É algo didático. Algumas pessoas leem e isso basta

Heitor Carvalho Jorge

Mais Tecnologia