Topo

Tecnologia


Precisa zerar aquela série? Clínica já trata caso de vício em Netflix

Getty Images
Conveniência e satisfação instantânea são fatores para serviço ter potencial para se tornar um vício Imagem: Getty Images

Rodrigo Trindade

Do UOL, em São Paulo

2018-10-08T15:05:27

08/10/2018 15h05

Quem nunca passou horas e horas assistindo filmes ou séries em sequência na Netflix? Fazer isso aos fins de semana é uma coisa, mas um usuário indiano do serviço percebeu que estava abusando das maratonas e buscou tratamento contra o vício no streaming de vídeo.

O indiano, 26 anos, estava desempregado há um longo período e passava mais de sete horas diárias diante de uma tela assistindo à programação do serviço. Foram mais de seis meses dentro dessa rotina, segundo o jornal “The Hindu”, durante os quais ele desenvolveu fatiga, cansaço na visão e problemas de sono.

VEJA TAMBÉM

“Quando a família dele o pressionava para trabalhar, ou quando ele via amigos se dando bem, ele assistia programas continuamente. Era um método de escapismo. Ele podia esquecer dos problemas deles e tirava enorme prazer disso”, explicou ao jornal o doutor Manoj Kumar Sharma, chefe da clínica SHUT (Serviço para o uso saudável de tecnologia, da sigla em inglês), que faz parte do Instituto de Saúde Mental e Neurociência da cidade de Bangalore.

Para que os usuários tenham mais controle sobre seu uso diário dos dispositivos tecnológicos portáteis, empresas com Apple e Google têm implementado ferramentas que restringem o uso de aplicativos em seus sistemas operacionais após um determinado número de horas. Desta forma, você pode saber se abusou do uso nas redes sociais naquele dia, ou quantas horas foram gastas vendo vídeos no YouTube ou Netflix.

A empresa de streaming não possui ferramentas para dissuadir seus assinantes de fazer maratonas. Se você assistir muitos episódios em sequência, uma mensagem aparece perguntando se você “ainda está assistindo” – e só.

Nada tipo o YouTube, que passou a avisar quando você exagerou nos vídeos assistidos em um só dia.

Existe um balanço de cuidado com usuário e chatice, no entanto. A Nintendo, por exemplo, ficou famosa por implementar mensagens do tipo “você está jogando há muito tempo e deveria dar um descanso”. Embora a maioria delas fosse inofensiva, algumas eram intrusivas e incomodavam aos jogadores.

Mais Tecnologia