Topo

Tecnologia

Robô humanoide Sophia canta Christina Aguilera em dueto com Jimmy Fallon

Reprodução
Robô Sophia faz dueto com Jimmy Fallow Imagem: Reprodução

Felipe Germano

Colaboração para o UOL, em São Paulo

25/11/2018 17h08

Say Something, música fruto de uma parceria entre a cantora Christina Aguilera e a dupla A Great Big World, é um hit. De 2013, quando a canção foi lançada, para cá seu videoclipe acumulou 2,7 milhões de visualizações no YouTube --pouca coisa perto dos números informais: um canal também do YouTube dedicado a retirar as vozes dos cantores, para criar versões em karaokê, já reproduziu a melodia mais de 8 milhões de vezes. Agora, sabe-se que a música não embalou só cantores amadores ao redor do globo. A robô chinesa Sophia foi ao palco do talkshow americano Tonight Show, apresentado por Jimmy Fallon, e provou que também consegue entoar os versos de Aguilera.

Sophia é velha conhecida dos apaixonados por tecnologia. Não é à toa. Sua vida cibernética é repleta de feitos: ela se se tornou o primeiro robô da história a ganhar uma cidadania --e até discursou na ONU. Não foi nem mesmo sua primeira vez no palco de Fallon, como ela mesma disse ao encontrar o apresentador: "faziam exatamente 575 dias", desde sua última visita, em 2016. Sempre chamando a atenção pela desenvoltura quase humana que apresenta.

Ela é capaz de dar respostas, gesticular e, agora, cantar de maneira um pouco mais natural, como se vê na apresentação abaixo:

Ela não é a primeira robô a conseguir cantar. A empresa britânica Engineered Arts fabrica desde 2013 o RoboThespian uma máquina humanóide cujo principal objetivo é justamente entoar canções. O resultado é promissor, até melhor do que o de Sophia. As máquinas, pensadas para serem exibidas em museus e espetáculos, conseguem cantar músicas pré-estabelecidas como Singin in the Rain e uma paródia da trilha sonora de Mogli: o menino lobo.

Sophia, no entanto, não está ameaçada pela concorrência musical. Sua principal função não é cantar, mas aprender. A robô criada pela empresa de Hong Kong, Hanson Robotics, subiu ao palco para mostrar não que sabe cantar, mas que, além de todas as outras que ela também sabe cantar.

Em seu site oficial a Hanson afirma que o maior objetivo de Sophia é ser capaz de se criar conexões efetivas com humanos. Cantar em um talkshow famoso pode ser um bom caminho para isso.

Mais Tecnologia