Topo

Tecnologia

Segurança


Finalmente: Apple corrige falha grave do FaceTime após mais de uma semana

Justin Sullivan/AFP
Apple usa conversas em grupo no FaceTime para demonstrações em eventos de anúncios Imagem: Justin Sullivan/AFP

Rodrigo Trindade

Do UOL, em São Paulo

2019-02-07T17:59:45

07/02/2019 17h59

Depois do iOS 12.1.4, suas chamadas em grupo pelo FaceTime voltaram a ficar seguras no iPhone e iPad. A Apple lançou nesta quinta-feira (7) uma atualização que corrigiu a falha que permitia que os usuários ouvissem o áudio do microfone e vissem a imagem da câmera dos contatos antes mesmo de a chamada ser completada.

Identificado na última semana, o problema fez com que a Apple desabilitasse as conversas em grupo entre iPhones, iPads e Macs até que o erro fosse corrigido. No caso dos computadores, o macOS Mojave também ganhou uma atualização para resolver a falha de segurança.

A princípio, a expectativa era que as atualizações corretoras fossem liberadas na última semana, mas a própria Apple confirmou que isso ficaria para depois do fim de semana.

Segundo o site "Apple Insider", a empresa pode dar uma compensação financeira a Grant Thompson, adolescente de 14 anos que descobriu a falha. A Apple tem um programa de recompensas a pessoas que descobrirem falhas de segurança em seus produtos e serviços. Os bônus são de alguns milhares de dólares.

O problema afetava somente as chamadas em grupo - ligações diretas estavam e estão seguras. Caso você queira manter as conversas coletivas desabilitadas, você pode fazê-lo com os passos descritos a seguir.

No iPhone e no iPad

  • Abra as configurações do dispositivo no "Ajustes"
  • Role as opções até encontrar o item "FaceTime"
  • Desative o recurso deslizando o dedo da direita para a esquerda

No MacBook, o usuário vai precisar abrir o aplicativo do FaceTime e ir sem seu menu de configurações. Em seguida, será preciso selecionar o item "Desligar o FaceTime".