Topo

Tecnologia

Galaxy S10


Galaxy S10 vem, mas e o dobrável? O que esperar do evento da Samsung

Reprodução/Samsung
Vem aí o smartphone dobrável? Propaganda da Samsung dá a entender que sim Imagem: Reprodução/Samsung

Do UOL, em São Paulo

2019-02-20T04:00:00

2019-02-20T16:34:09

20/02/2019 04h00Atualizada em 20/02/2019 16h34

A Samsung irá mostrar ao mundo uma nova geração de celulares na tarde desta quarta-feira (20), às 16h do horário brasileiro. Foram anunciados o Galaxy Fold, primeiro dobrável de uma grande empresa e o Galaxy S10.

O evento, que ocorre simultaneamente em San Francisco (Estados Unidos) e Londres (Inglaterra), servirá para a apresentar o novo Galaxy S10, como todos os teasers da marca evidenciam.

Mas há grande expectativa por novidades revolucionárias, como o tão falado celular dobrável.

O UOL Tecnologia vai acompanhar de perto o evento em San Francisco e trará todas as informações a partir das 16h, inclusive com transmissão ao vivo e cobertura em tempo real

O que sabemos a partir do convite é que o lançamento envolve o número 10 --referência clara ao Galaxy S10, lançado nesta época do ano, e que chega para marcar o décimo celular da linha que inaugurou a entrada da Samsung no mercado dos smartphones.

Pelos rumores, serão três novos aparelhos da linha mais antiga da empresa, com novidades bem interessantes no design e nas funcionalidades. É esperada uma mudança mais radical na tela infinita --todos os boatos e as fotos vazadas indicam um celular com um "furo na tela" para a câmera frontal, o que aumenta a proporção entre corpo e tela. Ela deve ganhar ainda um sensor de digital ultrassônico embutido.

Outro recurso bacana que pode surgir é o que permite que o celular carregue outros aparelhos.

Segundo o Gizmodo britânico, o preço fica entre 669 libras esterlinas (algo como R$ 3.400) e 1.399 libras esterlinas (R$ 7.100, na conversão direta sem impostos).

O S10 já está em pré-venda nos Estados Unidos com previsão de entrega para 8 de março --no Brasil, costuma chegar um mês após o lançamento no exterior.

Reprodução
Este é o provável design do novo Galaxy S10 da Samsung Imagem: Reprodução

O que já foi dito:

  • Galaxy S10e (ou Essential): uma espécie de iPhone XR para a linha S da Samsung. Seria mais barato que as versões maiores, com uma câmera frontal e duas câmeras traseiras, além de uma tela menor com sensor de digital na lateral, como no Galaxy A7.
  • Galaxy S10: seria a versão padrão do novo aparelho da Samsung, com uma câmera frontal, três câmeras traseiras e uma tela de 6,1 polegadas. Dizem os boatos que teria o sensor de digital ultrassônico na tela.
  • Galaxy S10+: deve vir uma versão mais parruda, com 1 TB de armazenamento, tela maior, duas câmeras frontais e uma câmera tripla traseira, além de uma bateria mais potente. Teria o sensor de digital ultrassônico na tela, e seria compatível com a tecnologia 5G.
  • Galaxy F ou X: há rumores fortíssimos envolvendo um celular dobrável. Vimos apenas o protótipo de um aparelho com tela flexível, mas agora os teasers da Samsung para o evento do dia 20 dão a entender que ele pode aparecer na versão final. A Samsung não costuma lançar diferentes linhas no mesmo dia, mas pode ser que apresente o dobrável para passar à frente da Huawei, que programou um evento para um celular do tipo no dia 24 de fevereiro.

Os rumores foram divulgados por GSMArena, Evan Blass, Ice Universe, CNET e outros sites internacionais.

Veja como era o protótipo do dobrável mostrado durante a conferência de desenvolvedores da Samsung, em novembro do ano passado.

Dizem que ele se abrirá no meio como um livro. Quando o aparelho não está aberto, vira um celular normal (porém mais grosso). A tela da frente é cheia de bordas e teria 4,58 polegadas. Aberto, vira um tablet de 7,3 polegadas.

A Samsung diz que ele permitiria usar três aplicativos lado a lado, ao mesmo tempo, com transição suave entre as telas. O Google até desenvolveu um novo sistema operacional Android exclusivo para as demandas trazidas por um smartphone dobrável.

A câmera do novo celular dobrável, segundo o ETNews, deverá ser "similar" à câmera tripla do novo Galaxy S10, com lentes que serviriam tanto para fotos no modo retrato quanto para tirar imagens panorâmicas com a grande angular --isso já ocorre nos Galaxy A7 e A9.

Para tanta tela, é espera uma super bateria. Os rumores apontam para uma capacidade entre 4.380 mAh e 6.000 mAh.

Preço: hora de desanimar. Ainda segundo o Gizmodo do Reino Unido, o celular deverá custar entre US$ 1.900 e US$ 2.500. O Galaxy Note 9, por exemplo, foi lançado nos EUA por US$ 1.000 e chegou ao Brasil por R$ 5.499.