Topo

Tecnologia

Smartphone


Nova dupla de Zenfones custa a partir de R$ 1.299 e tem bateria para 2 dias

Lilian Ferreira e Rodrigo Trindade

Do UOL, em São Paulo

2019-03-13T20:17:10

2019-03-14T10:31:01

13/03/2019 20h17Atualizada em 14/03/2019 10h31

A Asus anunciou nesta quarta-feira (13) o Zenfone Max Shot, o primeiro celular da marca feito no Brasil e primeiro do mundo a usar o chip Snapdragon SiP 1. O preço? A partir de R$ 1.349,00. Em conjunto a ele, a empresa revelou a chegada do Zenfone Max Plus M2 para o mercado brasileiro, custando a partir de R$ 1.299,00.

O "Zen brasileirinho", como a empresa apelidou o celular fabricado por aqui, tem uma bateria de 4000 mAh e três câmeras traseiras. Este último detalhe é inédito para a linha Zenfone, que desde o 4 tinha duas câmeras traseiras. A principal é da Sony, com 12 MP, combinada com uma ultrawide de 120º e 8 MP e uma terceira de 5 MP. A câmera frontal tem 8 MP.

O trio de câmeras realiza fotos em modo retrato com os sensores, não a partir do software, recurso ausente até em celulares top de linha, como o Samsung Galaxy S10e. A câmera principal tem estabilização eletrônica e grava vídeos em 1080p e 60 FPS, além de detectar 13 tipos de cena diferentes com inteligência artificial.

Com corpo de metal nas cores preto, prata, azul e vermelho, o Max Shot terá uma tela de 6,26 polegadas Full HD+ (1080x2280).

Já o Max Plus M2 compartilha boa parte dos recursos do Max Shot, mas tem uma câmera traseira dupla de 12 MP e 5 MP.

Lilian Ferreira/UOL
Foto frontal do Zenfone Max Shot e do Zenfone Max Plus M2 Imagem: Lilian Ferreira/UOL

Lilian Ferreira/UOL
Vista traseira do Zenfone Max Shot e do Zenfone Max Plus M2 Imagem: Lilian Ferreira/UOL

Lilian Ferreira/UOL
Foto de "perfil" do Zenfone Max Shot, com o Zenfone Max Plus M2 ao fundo Imagem: Lilian Ferreira/UOL

Chip "made in Brasil"

Está na dúvida? Confira os nossos reviews dos celulares

UOL Testa
No mesmo evento, a Qualcomm revelou o chip System in a package - SiP, para os íntimos - que será usado primeiro no Brasil. Desenvolvido por brasileiros e para brasileiros, ele permite fazer mais produtos em uma menor escala e será usado ainda na internet das coisas. Dentro do SiP há processador (CPU, GPU, DSP), conectividade, gestão de energia, gestão de áudio e a memória. Todos os 400 componentes principais do smartphone ficam nesta pequena peça.

Na onda dos anúncios, Rafael Steinhauser, presidente da Qualcomm para América Latina, revelou a criação de uma fábrica da empresa, em joint-venture com a USI, que trabalhará no desenho e produção de semicondutores na cidade de Jaguariúna. O acordo para trazer a indústria teve participação do governo federal e do governo Estado de São Paulo.

Ficha técnica: Zenfone Max Shot

  • Tela: Full HD+ (1080 x 2280)
  • Sistema operacional: Android 8.0
  • Processador: Qualcomm SiP 1 (1,8 GHz)
  • Memória: 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento ou 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento
  • Câmeras: Traseira tripla, 12 MP + 5 MP + 8MP; frontal 8 MP
  • Dimensões e peso: 15,92 cm X 7,62 cm X 0,84 e 165 g
  • Bateria: 4000 mAh
  • Cores: Prata, preto, azul e vermelho
  • Preço: R$ 1349,00 (3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento) ou R$ 1.549 (4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento)

Ficha técnica: Zenfone Max Plus M2

  • Tela: Full HD+ (1080 x 2280)
  • Sistema operacional: Android 8.0
  • Processador: Qualcomm SiP 1 (1,8 GHz)
  • Memória: 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento
  • Câmeras: Traseira dupla, 12 MP + 5 MP; frontal 8 MP
  • Dimensões e peso: 15,92 cm X 7,62 cm X 0,84 e 165 g
  • Bateria: 4000 mAh
  • Cores: Prata, preto, azul e vermelho
  • Preço: R$ 1299,00