Topo

Tecnologia

Dicas de tecnologia


Você só precisa do celular para tirar fotos profissionais; veja como usar

iStock/Getty Images
Saia do básico e veja dicas para melhorar suas fotos sem grandes investimentos Imagem: iStock/Getty Images

Rodrigo Lara

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-04-01T04:00:00

01/04/2019 04h00

É bem provável que você tenha tirado alguma foto com o seu smartphone nos últimos dias (ou horas). A câmera é um dos recursos mais usados desses aparelhos e, prova disso, é o quanto as fabricantes buscam avanços nessa área, criando aparelhos com múltiplas lentes, por exemplo.

Um celular na mão, uma ideia na cabeça... e pronto. Não existe nada mais prático para fazer registros.

Mas aqui vamos te dar mais elementos para você ir muito além daquelas fotos básicas, usando as funções pouco usadas que já estão nos apps de câmera nativos.

Para formular as dicas abaixo, UOL Tecnologia consultou dois fotógrafos profissionais: Murilo Góes e Simon Plestenjak, ambos com 30 e 22 anos de experiência, respectivamente.

Ligue a grade e enquadre direito

As câmeras de celulares Android e iOS têm um recurso que poucas pessoas utilizam: a grade. Trata-se de um "quadriculado" que fica sobreposto à imagem que aparece na tela do aparelho. Ambos os profissionais concordam que esse recurso pode ser útil para iniciantes.

Acho fundamental pensar no enquadramento, na distribuição e composição dos elementos de cada foto. Nesse ponto, a grade pode ajudar quem não tem o olho 'treinado' a melhorar a composição das fotos
Simon Plestenjak

A grade ser para evitar aquelas fotos tortas, com a linha do horizonte na diagonal. Mas também ajuda a fugir de enquadramentos "óbvios" - quando o objeto de destaque fica centralizado na imagem.

"Ele serve como método de composição fotográfica baseada na 'regra dos terços', em que o olhar de quem vê a foto se desloca para fora do centro do quadro", explica Góes.

Na prática, o ideal é colocar o objeto de destaque nos cruzamentos das linhas da grade, como ocorre no exemplo abaixo.

Reprodução
Imagem: Reprodução

No caso da foto acima, usar essa regra --que também é muito útil para selfies, fotografias de pessoas e mesmo fotos verticais-- faz com que o prédio se destaque ainda mais da paisagem.

Em geral, a grade pode ser ativada nas configurações do app de fotos nativo dos celulares.

Foco, sempre

As câmeras de celular costumam focar automaticamente objetos centralizados ou em posição mais próxima da lente. Isso pode ser muito prático na hora de tirar uma fotografia rapidamente, mas esse modo automático tende a limitar as possibilidades na hora de uma fotografia.

É possível "travar" o foco em um determinado ponto da imagem e com isso obter fotos mais sofisticadas. Para isso, escolha um ponto da imagem e aperte a tela ali. Depois que focar, faça o clique.

Ao usar essa técnica, é possível obter um efeito de desfoque mesmo sem ter um celular com câmera dupla ou que faça isso por meio de software. Um exemplo é a imagem abaixo.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Mesmo sem utilizar efeitos ou funções específicas, é possível notar que o objeto em primeiro plano está destacado em relação ao fundo. Isso tende a funcionar sempre que há uma diferença considerável de distância entre o objeto de destaque e o restante do cenário.

Claro ou escuro?

Tanto em celulares Android quanto no iPhone, sempre que você utilizar o foco manual, como descrito acima, aparecerá uma barra que permitirá controlar e exposição da foto, isto é, o quanto ela ficará clara ou escura. Veja no exemplo abaixo.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Além de controlar a exposição, esse comando também permite "travar" tanto o foco quanto a iluminação da imagem, permitindo que você trabalhe na composição da foto sem precisar focar o tempo todo. Para fazer isso, basta apertar sobre o cadeado que está circulado em azul na imagem acima.

Utilizar o recurso é algo útil quando você quiser equilibrar a iluminação de diferentes elementos da foto ou, ainda, usar soluções criativas, como fotos contra a luz nas quais apenas a silhueta dos objetos em destaque aparecem, como no exemplo abaixo.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Flash: amigo ou inimigo?

Você vai tirar uma foto em um ambiente mais escuro ou fechado. Qual é a primeira coisa você faz? Ativa o flash, claro. Na opinião dos profissionais, no entanto, isso deve ser evitado ao máximo.

O flash automático dos celulares emite apenas a luz necessária para uma situação: iluminar o objeto fotografado. Isso faz com que a luz fique 'estourada' naquele ponto, tirando o volume dos objetos fotografados. "O ideal é utilizar o flash dos celulares apenas em situações extremas", explica Góes.

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

"O único uso justificado do flash é, por exemplo, fotografar o rosto de alguém em uma completa escuridão. Em outras situações, o flash não tem efeito e muitas vezes mais atrapalha do que ajuda", completa Plestenjak.

O que fazer, então, se você quiser tirar uma foto boa com um celular em um ambiente mais escuro? Use um pouco de criatividade. Se você estiver com um amigo ou outra pessoa por perto, use a lanterna do celular do outro como fonte de luz e fotografe com o seu flash desligado. Isso cria cenas mais dramáticas.

Para garantir fotos melhores, em termos de luz e foco, vale também usar um tripé, que não costuma custam muito caro e pode ser de grande ajuda para garantir estabilidade.

Apps que vão além

Se você quer ir explorar ainda mais a câmera do seu aparelho, vale trocar os apps nativos por outros que ofereçam recursos avançados típicos de câmeras profissionais, como controles manuais para velocidade do obturador, ISO, exposição e, também indicadores que usam os acelerômetros do aparelho para indicar se uma foto está sendo tirada de maneira nivelado ou não.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Ao usar um app do tipo, é possível "enganar" o celular e usar a câmera de uma maneira muito mais controlada.

Fazer várias fotos com regulagens diferentes e avaliar os resultados podem levar o fotógrafo a explorar todos os recursos possíveis da câmera e, assim, chegar o mais próximo possível da foto que ele deseja
Murilo Góes

Por fim, é importante usar as limitações do smartphone a seu favor. Uma foto "perdida", por exemplo, pode virar uma bela imagem ao se utilizar algum filtro, tanto os disponíveis nos aplicativos nativos dos aparelhos quanto os de apps como o Instagram.

"Quem faz com que a imagem seja boa ou ruim é quem tira a foto. Dos fotógrafos lendários, Robert Capa e Henri Cartier-Bresson, por exemplo, são a maior prova do que se pode fazer utilizando apenas uma lente de 35 mm, mais ou menos como são as lentes dos smartphones", conclui Murilo.

Ou seja: com uma dose de conhecimento e paciência, qualquer um é capaz de extrair ao máximo o que a câmera do seu smartphone tem a oferecer.

Quer aprender a tirar fotos incríveis no celular? Apple te dá 15 dicas

UOL Notícias