Topo

Tecnologia

Smartphone


Galaxy J8 vence como o celular mais buscado, mas Xiaomi merece destaque

Reprodução
Mi 8 Lite foi o 5º celular mais buscado no período e chamou a atenção Imagem: Reprodução

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em São Paulo

2019-04-02T16:20:12

02/04/2019 16h20

O começo do ano foi animado com o lançamento de novos celulares, mas os brasileiros estão buscando mesmo é por modelos do ano passado. O Samsung Galaxy J8 deixou as novas famílias Moto G7 e Zenfone Max no chinelo.

O J8 ocupou a primeira colocação no ranking de smartphones mais buscados em março, segundo o levantamento feito pelo site comparador de preços Zoom.

Outros aparelhos da Samsung também se destacaram, mas o que chamou mais a atenção foi o modelo Mi 8 Lite da Xiaomi. Ele apareceu no ranking como o 6º celular mais procurado pelos brasileiros no período e é a primeira vez que um smartphone da empresa aparece entre os top 10.

O aparelho chinês desbancou até mesmo o Galaxy S9 e o queridinho Moto G7, lançado neste ano.

Confira o ranking completo:

  1. Galaxy J8 (64 GB)
  2. Galaxy J6 (32 GB)
  3. Moto G6 Play (32 GB)
  4. Galaxy J4 Plus (32 GB)
  5. Galaxy J6 Plus (32 GB)
  6. Xiaomi Mi 8 Lite (64 GB)
  7. Moto G6 Plus (64 GB)
  8. Moto One (64 GB)
  9. Galaxy S9 (128 GB)
  10. Moto G7 (64 GB)

Veja os destaques dos primeiros colocados:

Galaxy J8

Data de lançamento: 08/2018
Preço de lançamento: R$ 1.899
Preço atual: R$ 1.099,12

  • Tela: 6 polegadas HD+ (1.480 x 720 pixels)
  • Sistema operacional: Android 8.0
  • Processador: Snapdragon 450 octa-core 1,8 GHz
  • Memória: 64 GB de armazenamento e 4 GB de RAM
  • Câmeras: 16 + 5 MP (principal) e 16 MP (frontal)
  • Bateria: 3.500 mAh

Galaxy J6

Data de lançamento: 07/2018
Preço de lançamento: R$ 1.299
Preço atual: R$ 764,71

  • Tela: 5,6 polegadas HD+ (1.480 x 720 pixels)
  • Sistema operacional: Android 8.0
  • Processador: Exynos 7870 octa-core de 1,6 Ghz
  • Memória: 32 GB de armazenamento e 2 GB de RAM
  • Câmeras: 13 MP (principal) e 8 MP (frontal)
  • Bateria: 3.000 mAh

Moto G6 Play

Data de lançamento: 04/2018
Preço de lançamento: R$ 1.099
Preço atual: R$ 799

  • Tela: 5,7 polegadas HD+
  • Processador: Snapdragon 430 (1,4 GHz)
  • Sistema operacional: Android 8.0
  • Memória: 32 GB de armazenamento e 3 GB de RAM
  • Câmeras: 13 MP (principal) e 8 MP (frontal)
  • Bateria: 4.000 mAh

J4 Plus

Data de lançamento: 10/2018
Preço de lançamento: R$ 1.099
Preço atual: R$ 652,90

  • Tela: 6 polegadas HD+ (1.480 x 720 pixels)
  • Sistema operacional: Android 8.0
  • Processador: Snapdragon 425 (1,4 GHz)
  • Memória: 32 GB de armazenamento e 2 GB de RAM
  • Câmeras: 13 MP (principal) e 5 MP (frontal)
  • Bateria: 3.000 mAh

J6 Plus

Data de lançamento: 10/2018
Preço de lançamento: R$ 1.399
Preço atual: R$ 791,99

  • Tela: 6 polegadas HD+ (1.480 x 720 pixels)
  • Sistema operacional: Android 8.0
  • Processador: Snapdragon 425 (1,4 GHz)
  • Memória: 32 GB de armazenamento e 3 GB de RAM
  • Câmeras: 13 MP (principal) e 8 MP (frontal)
  • Bateria: 3.300 mAh

Xiaomi Mi 8 Lite

O celular da fabricante chinesa não ficou entre os cinco primeiros colocados, mas merece destaque. Os modelos da Xiaomi têm agradado o público brasileiro. A prova disso é o fato do Mi 8 Lite ter ficado na frente de aparelhos bem populares por aqui.

Data de lançamento: 09/2018
Preço de lançamento: a partir de R$ 1.339
Preço atual: a partir de R$ 1.234

  • Tela: 6.26 polegadas Full HD+
  • Sistema operacional: Android 8.1
  • Processador: Snapdragon 660 (2,20 GHz)
  • Memória: 64 GB/128 GB de armazenamento e 4 GB/6 GB de RAM
  • Câmeras: 12 MP (principal) e 24 MP (frontal)
  • Bateria: 3.250 mAh

Os celulares da Xiaomi atualmente já podem ser comprados no Brasil, mas a maioria dos modelos só pode ser encontrada em sites de compras de pequenas lojas importadoras; em sites asiáticos de distribuição internacional, como Aliexpress e Gearbest; ou em grandes redes varejistas que adotaram o sistema marketplace.

A boa notícia para os fãs da marca é que no mês passado a empresa brasileira de produtos eletrônicos DL confirmou a parceria com a fabricante chinesa para trazer smartphones de ponta e com preços mais competitivos ao Brasil. O acordo ainda é recente, mas é possível que ele tenha sido um dos responsáveis por instigar a curiosidade dos brasileiros pelos produtos da Xiaomi.