Topo

Tecnologia

Negócios


Arriscar é o caminho: para CEO da Amazon, falhas bilionárias são positivas

Abhishek N. Chinnappa/Reuters
Executivo-chefe da Amazon falou que ousar e errar faz parte do sucesso Imagem: Abhishek N. Chinnappa/Reuters

Luiza Ferraz

Colaboração ao UOL

2019-04-11T17:40:17

11/04/2019 17h40

Resumo da notícia

  • Em carta enviada acionistas, Jeff Bezos defendeu grandes erros da Amazon
  • Executivo citou fracasso do Fire Phone como um erro construtivo para empresa
  • Para Bezos, os acertos da empresa cobrem com sobras o rombo das "derrotas"

Quem nunca ouviu aquela famosa frase: "O fracasso é o caminho para o sucesso"? Jeff Bezos, executivo-chefe da Amazon, leva esse lema muito a sério e, inclusive, o aplica em sua própria empresa.

Em carta enviada aos acionistas da multinacional, segundo o portal Business Insider, Bezos deixa claro que não está preocupado com suas derrotas, desde que elas ajudem a chegar em um lugar melhor.

"Se o tamanho dos seus erros não está crescendo, quer dizer que você não está investindo o suficiente para desenvolvê-los. Se ocasionalmente tivermos falhas multibilionárias, será a escala correta para uma companhia do nosso tamanho", escreveu.

O empresário ainda cita o fracasso do Fire Phone, smartphone da marca, como exemplo. Para ele, isso fez com que a equipe aprendesse e acelerasse o desenvolvimento da Alexa, a assistente de voz que virou sensação nos Estados Unidos.

"A boa notícia é que uma grande vitória pode cobrir os custos de todas as derrotas", afirmou.

É claro que acertar é melhor do que errar, mas o ponto principal da carta é que se arrisque. Desta maneira, ele tentar conquistar a confiança de seus investidores para que estejam do seu lado em todos os momentos.

"Eu sabia que não me arrependeria de apostar nessa coisa chamada Internet. Eu sabia que seria um grande evento. Se eu não tivesse tentado, jamais me perdoaria", disse em entrevista à Academy of Achievement (2001), quando o mundo digital estava apenas começando.