Topo

Tecnologia

Segurança


Fenômeno, "Game of Thrones" também é campeão de vírus de computador

Divulgação/HBO
Oitava e última temporada de "Game of Thrones" começa neste domingo Imagem: Divulgação/HBO

Rodrigo Trindade

Do UOL, em São Paulo

2019-04-14T11:46:38

14/04/2019 11h46

Resumo da notícia

  • Mesmo no ano em que não teve novos episódios, "Game of Thrones" foi a série líder em malwares
  • Série da HBO correspondeu a 17% dos malwares vindos de séries baixadas irregularmente
  • O episódio de estreia de "Game of Thrones" foi o maior vilão nas infecções

Como série mais popular do momento, "Game of Thrones" não é só sucesso de audiência: é o líder de downloads de episódios em torrents e outras formas de consumo irregular de conteúdo. Aqueles que acompanham por meios alternativos as aventuras dos Starks, de Daenerys Targaryen e esperam a queda de Cersei Lannister também são os fãs mais afetados por malwares.

Um levantamento da Kaspersky Lab mostrou que em 2018, ano de descanso de "Game of Thrones", a série baseada nos livros de George R.R. Martin correspondeu a 17% de todo conteúdo malicioso pirateado em 2018. No total, 20.934 pessoas foram afetadas por cibercriminosos que se aproveitaram de quem baixou episódios por meios diversos.

A metodologia foi a seguinte: pesquisadores examinaram arquivos maliciosos entre 2017 e 2018 e notaram que, em todos os casos, os criminosos pegaram o primeiro e o último episódio de cada temporada para distribuir seus malwares. No caso de "Game of Thrones", o episódio campeão de infecções foi "O Inverno Está Chegando", o primeiro de toda a série, exibido em abril de 2011.

Com o início da temporada final de "Game of Thrones" neste domingo (14), o alerta de golpe deve ficar aceso, especialmente àqueles que perderem o episódio de estreia, que terá sinal aberto.

Kaspersky Lab/Reprodução
Séries campeãs de malware no Brasil Imagem: Kaspersky Lab/Reprodução
"Quem perder o episódio e não for assinante do canal pago, provavelmente recorrerá ao torrent, resultando em um possível pico de malware disfarçado para este e os próximos episódios da série", afirmou Thiago Marques, analista de segurança da Kaspersky Lab.

Quer ficar imune a esses riscos? Não tem outro jeito a não ser acompanhar a série pelos canais oficiais da HBO, emissora que produz a série. Aliás, mesmo que "Game of Thrones" não seja sua praia, outras séries apresentam riscos semelhantes. O gráfico ao lado mostra outras campeãs dos malwares.

Além da Muralha - Ep. 1: Um recap de Game of Thrones para ninguém se perder

UOL Entretenimento