Topo

Tecnologia

Redes sociais


Americano que tentou roubar domínio da web usando uma arma é condenado

Getty Images
Domínio virou alvo de disputa, que terminou muito mal Imagem: Getty Images

Thiago Varella

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-04-25T15:10:58

25/04/2019 15h10

Um americano foi condenado na quinta-feira (18) por ter planejado usar uma arma para roubar um domínio de internet de um homem. Rossi Lorathio Adams II, 26 anos, morador de Cedar Rapids, em Iowa, pode receber uma sentença de até 20 anos de prisão por violência, ameaça e por interferir em uma relação comercial com o uso da força. As informações são da NBC News.

Em 2015, quando era estudante da Universidade de Iowa State, Adams fundou a empresa de mídia social State Snaps, voltada para jovens adultos engajados em um "comportamento grosseiro, embriaguez e nudez". A rede fazia curadoria de imagens e vídeos toscos para o Snapchat, o Instagram e o Twitter.

Seguidores da State Snaps usavam o slogan "Do it for state!" quando mandava conteúdo para o site. Por isso, logo após fundar a empresa, Adams tentou comprar o domínio "doitforstate.com" de um outro morador de Cedar Rapids, enquanto usava o endereço "doit4state.com".

De 2015 até 2017, ele fez diversas ofertas pelo domínio e todas foram negadas. Então, ele contratou seu primo Sherman Hopkins Jr., um ex-condenado que vivia em um abrigo para sem tetos, para invadir a casa do dono do domínio --que não teve o nome divulgado-- e forçá-lo, a mão armada, a repassá-lo à State Snaps.

Em 21 de junho de 2017, Hopkins invadiu a casa do dono do domínio e apontou uma arma na cabeça dele enquanto o instruía a transferir o endereço de internet.

Os dois entraram em luta corporal, e Hopkins deu um tiro na perna do dono do domínio, que durante a briga, conseguiu roubar a arma e disparou diversas vezes contra o peito do invasor antes de chamar a polícia.

Hopkins sobreviveu e se declarou culpado diante da Justiça. Ele foi condenado a 20 anos de prisão em 2018. Adams ainda não recebeu sua sentença e pode passar até 20 anos na cadeia.