Topo

Tecnologia


Instant Pot explode, queima criança de 9 anos e família processa empresa

A Instant Pot ganhou o apelido de "panela mágica"

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em São Paulo

2019-04-27T10:57:42

27/04/2019 10h57

Você já ouviu falar na panela de pressão mais vendida dos Estados Unidos? Se ainda não, saiba que a Instant Pot é um verdadeiro fenômeno de vendas (5 milhões de unidades vendidas até 2017) por conta de ser elétrica, programável e inteligente (dá para fazer de risotos a cheesecake).

Mas parece que a panela dos sonhos não é tão perfeita quanto muita gente imaginava. Uma família do Colorado, nos Estados Unidos, decidiu processar a fabricante Instant Brands, responsável pelo produto, depois que ela explodiu e queimou a filha de 9 anos, chamada Caroline.

O acidente, ocorrido em 2017, foi grave e a garotinha teve queimaduras de terceiro grau em 16% do corpo, segundo o site Digital Trends.

Ao que tudo indica, a família Cooper usava normalmente a panela (modelo DUO60 V2). Caroline ajudava a sua mãe, Mary, a fazer uma sopa para um amigo da família. No momento de tirar a pressão da Instant Pot, ela explodiu.

O líquido que estava dentro da panela se espalhou pelo chão, atingiu o teto e cobriu a criança, causando as queimaduras.

Segundo o processo, Caroline sofreu queimaduras no ombro, tórax, braço e tronco. A família acusa a empresa de não advertir adequadamente sobre possíveis riscos de segurança a que os usuários podem enfrentar.

A empresa negou as acusações e afirmou ao site Digital Trends que os produtos são razoavelmente seguros e estão de acordo com padrões regulatórios do setor.

O processo segue em andamento e nada ainda foi decidido. Mas, certamente, pode mudar a visão dos consumidores sobre a segurança do produto.

Mais Tecnologia