Topo

Tecnologia


ChargePoint planeja IPO e expansão guiada por boom em carros elétricos

2017-08-28T17:04:13

28/08/2017 17h04

FRANKFURT (Reuters) - A ChargePoint, operadora de uma das maiores rede de estações de recarga para carros elétricos do mundo, quer fazer uma oferta pública inicial nos próximos cinco anos, à medida que se expande para a Europa, disse à Reuters o presidente-executivo da empresa.

A demanda por carros elétricos depende de redes de pontos de recarga, que empresas de energia elétrica, grupos de engenharia, montadoras e startups estão tentando fornecer e controlar antes do setor decolar.

Fundada em 2007, a ChargePoint é uma empresa do Vale do Silício que opera cerca de 40 mil pontos de recarga nos Estados Unidos e México. Até o momento, a empresa arrecadou quase 300 milhões de dólares em fundos junto a investidores como Daimler, Siemens e BMW.

"Nós provavelmente vamos buscar uma abertura de capital nos próximos cinco anos", disse o presidente da ChargePoint, Pasquale Romano. Ele acrescentou que o grupo se prepara para implementar uma estrutura de divulgações de resultados para atender aos requisitos do mercado de ações. "Estaremos prontos, mas as condições têm que estar corretas."

A empresa, que tem entre os diretores o ex-presidente da General Motors Rick Wagoner, pretende investir os 125 milhões de dólares que levantou em rodadas de financiamento para realizar uma expansão na Europa.

Romano disse que a ChargePoint estava contratando na Alemanha, França, Holanda e Reino Unido, onde concluiu um acordo para vender carregadores rápidos em maio, o primeiro na Europa.

A ChargePoint enfrentará uma forte concorrência no continente, principalmente da EV-Box, da Engie, que tem mais de 48 mil pontos de recarga instalados, além da Innogy da RWE, com 5.800 postos.

"O mercado irá consolidar cerca de três a quatro atores e esperamos ser um deles", disse Romano, acrescentando que a empresa precisa crescer agressivamente, possivelmente em detrimento da lucratividade imediata.

(Por Christoph Steitz)

Mais Tecnologia