Topo

Tecnologia


Google vai expandir infraestrutura de computação em nuvem com novas regiões e cabos submarinos

2018-01-16T12:12:37

16/01/2018 12h12

(Reuters) - O Google, da holding Alphabet, informou nesta terça-feira que adicionará cinco regiões e construirá três novos cabos submarinos, conforme expande sua infraestrutura para clientes de computação em nuvem.

A companhia, que investiu 30 bilhões de dólares em infraestrutura nos três últimos anos, disse que Holanda e Montreal abrirão no primeiro trimestre de 2018, seguidas por Los Angeles, Finlândia e Hong Kong.

O Google planeja encomendar três cabos submarinos em 2019, informou a empresa em publicação em blog. (http://bit.ly/2FHFpdS).

São eles o Curie, um cabo privado conectando o Chile a Los Angeles, nos EUA; Havfrue, um cabo de consórcio conectando os Estados Unidos a Dinamarca e Irlanda; e o sistema de cabo Hong Kong-Guam, um consórcio interconectando os principais centros de comunicação submarina na Ásia.

Os cabos submarinos formam a espinha dorsal da Internet ao carregarem mais de 90 por cento do tráfego de dados do mundo.

As companhias encarregadas dos cabos são TE SubCom, unidade da TE Connectivity, e a NEC, de acordo com o Google.

A empresa informou que tem investimento direto em 11 cabos, incluindo aqueles planejados ou em construção.

(Por Munsif Vengattil em Bangalore)

Mais Tecnologia