Topo

Tecnologia


Com forte alta em estreia na bolsa, empresa de pagamentos Adyen lembra bolha tecnológica

13/06/2018 16h25

AMSTERDÃ (Reuters) - A empresa Adyen, que processa pagamentos para Netflix, Facebook e eBay, viu seu valor dobrar para 17 bilhões de dólares na sua estreia em bolsa nesta quarta-feira, relembrando a bolha tecnológica de 1999.

Depois de uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) muito cobiçada, as ações da empresa holandesa foram precificadas na terça-feira em 240 euros, topo da faixa indicada, sugerindo uma capitalização de mercado de 7,1 bilhões de euros (8,5 bilhões de dólares). Após a primeira hora de negociação na bolsa Euronext nesta quarta-feira, o preço da ação atingiu 480 euros.

As ações fecharam em alta de 89,58 por cento a 455 euros.

Executivos de bancos dizem que o forte interesse na Adyen pode repercutir em outros negócios futuros, como o IPO da varejista online alemã de móveis Home24, que deveria ser precificado nesta quarta-feira.

O aumento do preço das ações levou ao debate sobre se a oferta estava subvalorizada.

Os investidores que venderam na oferta secundária "ainda possuem cerca de 85 por cento, eles devem estar bem felizes caso se concentrem no que possuem", disse um executivo de um banco que teve participação no IPO.

"A única coisa certa é que isso ajuda o sentimento em relação a IPOs na Europa."

Antes da Adyen, os 10 maiores IPOs na Europa por receita bruta até agora subiram menos de 6 por cento em média acima do preço de oferta no primeiro dia de negociação, segundo dados da Eikon e cálculos da Reuters.

A venda de ações da Adyen foi aberta apenas a investidores institucionais e, segundo disse a companhia na terça-feira, a operação teve demanda "várias vezes" maior que a oferta.

A Adyen ajuda os varejistas a receberem pagamentos de clientes e os conduzem rapidamente por meio de redes de pagamento complicadas.

Seu rápido crescimento, suas listas chamativas de clientes e investidores, juntamente com o número relativamente pequeno de ações em oferta, a recente força das ações de tecnologia e o aquecido mercado de fusões e aquisições no segmento de pagamentos aumentaram a demanda por ações da empresa anteriormente pouco conhecida.

Ainda assim, existem razões para cautela dos investidores. O preço de emissão foi mais de 70 vezes o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização de 99,4 milhões de euros da Adyen em 2017. A empresa, que é livre de dívidas e lucrativa, diz que espera aumentar as vendas em 25 a 35 por cento anualmente.

Entre os principais fatores de risco em seu prospecto, Adyen citou a concorrência acirrada e o fato de seus 10 principais clientes, que incluem também Vodafone, Uber e Spotify, representarem cerca de 33 por cento das vendas.

(Por Toby Sterling)

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Newsletters

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero receber

Mais Tecnologia