Topo

Tecnologia


Agência de aviação dos EUA abre caminho para unidade da Alphabet fazer entregas com drones

2019-04-23T17:46:46

23/04/2019 17h46

Por David Shepardson

WASHINGTON (Reuters) - A Wing Aviation, da Alphabet, recebeu nesta terça-feira aval para fazer entregas com drones no Estado norte-americano da Virgínia no fim de 2019, o que torna a empresa a primeira a obter certificado para remessas aéreas no país, disse a Agência Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA).

Com isso, a Wing pode iniciar serviço comercial de entrega domiciliar de produtos de empresas locais, o que inclui voos além da linha de visão do operador e sobre pessoas, disseram a FAA e a Wing Aviation.

A empresa fez uma parceria com a Mid-Atlantic Aviation Partnership e a Virginia Tech por ser uma das participantes do Programa Piloto de Integração de Sistemas de Aeronaves Não-Tripuladas do Departamento dos Transportes.

"Este é um passo adiante importante no teste seguro e na integração dos drones em nossa economia. A segurança continua sendo nossa prioridade número um à medida que esta tecnologia continua a se desenvolver e atingir seu potencial total", disse a secretária dos Transportes dos EUA, Elaine Chao.

O certificado tem validade de dois anos, disse a FAA. Os pilotos podem operar até cinco drones ao mesmo tempo, mas só durante o dia. As aeronaves por controle remoto não podem transportar materiais perigosos nem pairar sobre as pessoas, detalhou a agência.

Segundo a FAA, a Wing demonstrou que suas operações cumprem requisitos de segurança, que se baseiam em dados e documentação abrangentes, além de milhares de voos seguros realizados na Austrália. A Wing vai contatar a comunidade local antes de iniciar um teste de delivery de comida, informou a agência.

Mais Tecnologia