UOL Notícias Notícias
 

16/11/2005 - 01h08

Consumir mais proteínas e óleos vegetais reduz pressão arterial

WASHINGTON, 15 nov (AFP) - Trocar 10% dos glicídios no regime alimentar por proteínas vegetais e pelas gorduras saudáveis, como o azeite de oliva, pode ajudar a baixar a pressão arterial e o mau colesterol, de acordo com estudo publicado nos Estados Unidos.

"Essa pesquisa fornece a prova de que substituir uma parte dos glicídios por proteínas de origem vegetal ou gorduras não-saturadas pode reduzir, significativamente, a pressão arterial e o colesterol (ruim), contribuindo assim para diminuir o risco de doenças cardíacas", explicou o Dr. Lawrence Appel, da Escola de Medicina da Universidade Johns Hopkins (Maryland), cujos trabalhos aparecem no "Journal of the American Medical Association" (Jama), de 16 de novembro.

Appel e sua equipe testaram três variações da mesma dieta alimentar com porções de proteínas, glicídios e azeite.

Os três regimes, todos com pouca gordura saturada e ricos em frutas e legumes, foram testados em 164 adultos, cuja pressão arterial sistólica variava de 12 a 15,9 e diastólica, de 8 a 9,9.

Todos os membros do grupo registraram uma nítida melhora na pressão arterial após apenas seis semanas com as três dietas, seguidas uma de cada vez e com uma pausa prolongada entre cada uma delas, acrescentou Dr. Appel.

"Esta pesquisa mostra que podemos comer de uma maneira saudável de três modos diferentes, mas dois deles são um pouco melhores do que outro", comentou um outro pesquisador, Dr. Frank Sacks, da Escola de Medicina de Harvard (Massachusetts).

Segundo ele, "a grande maioria dos americanos está longe de comer de modo tão saudável".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host