UOL Notícias Notícias
 

23/11/2005 - 17h08

Vacinas para aves de criação precisam de controle independente (FAO)

ROMA, 23 Nov (AFP) - Vacinas para proteger as aves de criação da gripe aviária precisam ser submetidas a controles de qualidade por laboratórios independentes, especialmente na China, informou nesta quarta-feira a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO).

A agência da ONU, com sede em Roma, disse que apoiou a campanha maciça da China para imunizar cerca de 5,2 bilhões de aves numa primeira fase e um total de 14 bilhões de aves no período de um ano.

A China registrou 25 focos de gripe aviária desde o início deste ano e a terceira morte humana provocada pela doença foi anunciada nesta quarta-feira.

Mas o chefe dos serviços veterinários da FAO, Joseph Domenech, disse que é "absolutamente necessário controlar as vacinas" adequadamente.

"Os controles de qualidade precisam ser feitos por laboratórios independentes, não pelos laboratórios onde as vacinas são produzidas", disse ele a delegados de países membros da agência.

Domenech afirmou que todas as vacinas usadas na China foram produzidas em laboratórios chineses e que não foram todas propriamente controladas de forma independente.

Alguns especialistas já alertaram para o risco de que o vírus da gripe aviária se espalhe mais rápido se vacinas deficientes forem dadas aos animais.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host