UOL Notícias Notícias
 

10/12/2005 - 15h45

ONGs saúdam progressos alcançados em Montreal e criticam Rússia e EUA

MONTREAL, 10 dez (AFP) - As ONGs presentes na conferência climática da ONU, que se encerrou neste sábado em Montreal, saudaram os progressos alcançados na luta contra as mudanças climáticas e criticaram os Estados Unidos e a Rússia, acusados de tentarem se opor aos acordos.

"Esta histórica primeira reunião das partes (do protocolo de Kyoto) reconheceu a urgência que implica a ameaça do clima para os pobres do planeta e, a longo prazo, para nós", disse neste sábado Bill Hare, do Greenpeace.

A organização Amigos da Terra também falou de "acordo histórico", enquanto o Fundo Mundial para a Natureza (WWF) se mostrou satisfeito de que "a sensatez tenha prevalecido".

"O Protocolo de Kyoto é a única forma viável de combater a mudança climática e a conferência de Montreal conseguiu fazer avançar este processo", disse Jennifer Morgan, da WWF.

Os especialistas em Meio Ambiente também denunciaram a atitude dos Estados Unidos e da Rússia, que atrasaram ou quase bloquearam os acordos alcançados na conferência de quinze dias.

"As tentativas dos Estados Unidos e, depois da Rússia de sabotar as negociações falharam graças a uma coalizão que incluía grandes países em desenvolvimento, como Japão, Canadá e a União Européia", informou Morgan.

"O planeta saiu vitorioso, apesar da pressão exercida pelos Estados Unidos e depois pela Rússia para demorar os avanços na luta contra o aquecimento global", acrescentou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host