UOL Notícias Notícias
 

02/01/2006 - 08h56

Baby-boom de pandas gigantes nascidos por inseminação artificial na China

PEQUIM, 2 jan (AFP) - Vinte e um pandas gigantes, nascidos por inseminação artificial, sobreviveram em 2005 na China, o que representa um número recorde desde que o país decidiu proteger uma das espécies animais mais ameaçadas do planeta, informou nesta segunda-feira a imprensa oficial.

"Apesar da morte prematura de alguns bebês panda, 2005 se caracterizou pelo maior número de pandas que sobreviveram na história das inseminações artificiais de espécies raras na China", declarou Na Chunfeng, diretor da administração florestal estatal, citado pelo jornal China Daily.

Dos 183 pandas gigantes criados em cativeiro na China, 100 estão em um centro especializado da província de Sichuan (sudoeste).

Dezesseis dos 25 exemplares que nasceram e sobreviveram em 2005 estão neste centro.

Para Na Chunfeng, os cientistas chineses desenvolveram técnicas de reprodução particularmente eficazes depois de anos de pesquisas.

Os pandas gigantes criados em cativeiro perdem geralmente todo interesse pelas atividades sexuais, constataram os especialistas. Por isso é necessário recorrer a técnicas de inseminação artificial.

Segundo as estatísticas da administração florestal, menos de 10% dos machos criados em cativeiro se acasalam com uma fêmea.

O número de pandas em liberdade na China está calculado em 1.596, contra 1.

114 no ano 2000, disseminados por territórios que têm uma superfície total de 23.000 quilômetros quadrados nas províncias de Sichuan, Gansu (noroeste) e Shaanxi (norte).

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h29

    0,19
    3,285
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h32

    0,67
    63.680,07
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host