UOL Notícias Notícias
 

11/01/2006 - 13h51

As mortes humanas causadas pelo vírus da gripe aviária

PARIS, 11 jan (AFP) - Depois da confirmação, nesta quarta-feira, da morte de duas pessoas infectadas com gripe aviária no mês passado na China, chega a cerca de 80 o número de mortos pela cepa altamente patogênica do vírus, a H5N1.

Após afetar o sudeste asiático, onde foram registradas até agora 76 mortes humanas causadas pelo H5N1 em cinco países (Vietnã, Tailândia, Indonésia, Camboja e China), a epizootia se expandiu e sua presença já foi detectada em Rússia, Romênia, Cazaquistão e Turquia, onde são 15 os casos humanos da doença e foram registradas as duas primeiras mortes fora da região Ásia-Pacífico.

A primeira morte causada pelo vírus foi registrada em maio de 1997, em Hong Kong: um menino de três anos que vivia em um local onde eram criadas aves. Antes disso, a doença só matava animais.

Segue uma cronologia das principais mortes humanas causadas pelo vírus da gripe aviária:

-- 2003 --

- 15 de dezembro: começa a epizootia asiática com a morte de milhares de frangos perto de Seul (Coréia do Sul). Em agosto de 2004, a China reconheceu ter detectado, um ano antes, a cepa mortal da gripe aviária em porcos.

-- 2004 --

- 12 de janeiro: o Vietnã anuncia as três primeiras mortes humanas por gripe aviária. Até 6 de janeiro de 2006, o país contabilizou 42 mortes humanas causadas pelo vírus H5N1.

- 26 de janeiro: a Tailândia confirma a primeira morte humana causada pelo vírus. Até o momento, foram registradas 14 mortes em suas fronteiras.

- 27 de janeiro: a Organização Mundial da Saúde (OMS) adverte que a epizootia pode ser a causa de uma pandemia humana com potencial para matar milhões se o vírus H5N1 se tornar transmissível entre pessoas após se humanizar, em decorrência de mutações sucessivas ou pela troca de genes com um vírus da gripe humana. Os países afetados entram em quarentena e sacrificam milhões de aves.

-- 2005--

- 30 de janeiro: o Camboja anuncia o primeiro caso fatal. Outras quatro pessoas morreram no país, vítimas do vírus.

- 21 de maio: a China anuncia que a morte de aves migratórias na província de Qunghai (oeste), em 4 de maio do mesmo ano, foi causada pela gripe aviária.

- 20 de julho: a Indonésia anuncia as três primeiras mortes em seu território causadas pela gripe das aves. Até o momento 11 mortes foram registradas no país e uma continua sem confirmação.

A partir do fim de julho, o vírus afeta a Sibéria russa, o Cazaquistão, a Mongólia e a Romênia.

- 8 de outubro: a Turquia anuncia que o vírus entrou em suas fronteiras e anuncia a morte de milhares de perus no noroeste do país.

- 19 de outubro: o vírus chega a 300 km ao sul de Moscou, assim como na Croácia e na Ucrânia.

- 16 de novembro: a China informa os primeiros contágios humanos do vírus e anuncia a morte de duas pessoas com a cepa H5N1. As mortes foram registradas nas regiões de Anhui e Hunan (sul). Mas as regiões de Lianoning (nordeste) e da Mongólia interior (norte) também são afetadas.

- 29 de dezembro: o gigante asiático anuncia a terceira morte pelo vírus.

-- 2006 --

- 1, 5 e 6 de janeiro: a Turquia anuncia as duas primeiras mortes causadas pelo vírus da gripe aviária em humanos, registradas na cidade de Dogubeyazit, ao leste do país. As duas vítimas - dois adolescentes - tiveram resultado positivo para exames de detecção do H5N1, tornando-se as primeiras vítimas humanas da doença fora do sudeste asiático. Uma terceira criança falece, mas não há confirmação do vínculo entre o óbito e o vírus.

- 7 de janeiro: Ancara confirma o quarto caso de contaminação pelo vírus da gripe aviária.

- 8 de janeiro: cinco pessoas têm resultado positivo nos exames. Duas crianças de Beypazari, 100 km a noroeste de Ancara, e um adulto são hospitalizados na capital turca. Outras duas crianças, originárias de Dogubeyazit, são internadas em Van, ao leste da Turquia.

- 9 de janeiro: outras cinco pessoas são infectadas na Turquia. Quatro são das províncias de Samsun, Kastamonu e Corum (norte), enquanto a quinta é procedente da província oriental de Van.

Estes dados aumentam para 14 o total de casos de contaminação pelo H5N1 na Turquia, com duas mortes confirmadas.

- 10 de janeiro: a China confirma o oitavo caso de contaminação pelo vírus da gripe aviária. As autoridades turcas anunciam, por sua vez, o 15º caso de contaminação em humanos, referente a uma mulher da cidade de Sivas (centro-leste), o segundo adulto entre os casos confirmados.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) certifica que não foi constatado até o momento qualquer indício de transmissão da gripe das aves de pessoa para pessoa, já que todos os contaminados se infectaram através do contato com aves doentes.

- 11 de janeiro: a OMS anuncia que em 16 e 30 de dezembro de 2005 duas pessoas morreram na China com gripe das aves, aumentando para cinco o número de mortos no país vítimas do vírus H5N1.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h19

    0,80
    3,153
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h24

    -0,94
    74.678,78
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host