UOL Notícias Notícias
 

12/01/2006 - 19h52

Cientistas britânicos querem clonar embriões meio humanos meio coelhos

LONDRES, 12 jan (AFP) - Um grupo de pesquisadores da universidade londrina de King's College anunciou nesta quinta-feira que pretende clonar embriões a partir de óvulos de coelho e núcleos de células humanas.

Os embriões seriam formados, na maior parte, por matéria procedente de coelhos, mas teriam DNA humano e seriam usados exclusivamente na pesquisa sobre o desenvolvimento de células-tronco e doenças genéticas, explicou o professor Chris Shaw, chefe da equipe londrina.

Segundo a lei atual, eles somente poderiam se desenvolver por 14 dias e, em hipótese alguma, poderiam ser implantados no útero de uma mulher.

Shaw reconheceu que, para levar adiante seu projeto, o grupo precisa de uma autorização formal da autoridade britânica responsável pela fertilidade humana e embriologia (HFEA).

Sobre o uso de coelhos, o cientista o atribuiu a "querer encontrar fontes alternativas para se procurar óvulos (...) A fertilidade dos coelhos é lendária, e seria possível usar células humanas e transferir seu núcleo para óvulos de coelhos".

Segundo Shaw, "legalmente, a situação não é clara, mas é algo que gostaríamos de discutir com a HFEA".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host