UOL Notícias Notícias
 

28/01/2006 - 07h22

EUA aprovam a comercialização da primeira insulina de inalação

WASHINGTON, 28 jan (AFP) - A autoridade federal americana reguladora dos produtos farmacêuticos e alimentícios (FDA) autorizou a comercialização da primeira insulina que pode ser inalada, o que representa uma opção aos milhões de diabéticos que até agora só podiam injetá-la.

O medicamento, que tem o nome "Exubera", representa a primeira via nova de administração deste hormônio - necessário para a sobrevivência das pessoas com diabetes - desde sua descoberta, na década de 20, afirma um comunicado divulgado na sexta-feira à noite pelo site da FDA (www.fda.gov).

"Esperamos que a chegada ao mercado da insulina (sob a forma de pó) que pode ser aspirada dará aos diabéticos mais opções para controlar de melhor maneira o nível de açúcar no sangue", declarou Stven Galson, diretor do centro de avaliação e pesquisa sobre os medicamentos da FDA.

O medicamento e o inalador foram desenvolvidos em conjunto pelo grupo farmacêutico americano Pfizer e o grupo francês Sanofi-Aventis, além da Nektar Therapeutics, e estará à venda antes do final do outono de 2006.

A Comissão Européia autorizou a comercialização do "Exubera" na quinta-feira.

A FDA explicou que o "Exubera" - uma versão sintética da insulina humana - não pode ser utilizado pelos fumantes ou por aqueles que pararam de fumar há menos de seis meses.

O tratamento não é aconselhado para as pessoas com asma ou enfisema pulmonar.

Além disso, o uso do "Exubera" não eliminará totalmente a necessidade ocasional de recorrer às injeções de insulina. Também não acabará com a necessidade para os diabéticos de continuar controlando o nível de açúcar no sangue com uma pequena picada em um dos dedos e o aparelho correspondente que o mede.

Os analistas do setor farmacêutico calculam que as vendas do novo medicamento proporcionarão a Pfizer um bilhão de dólares anuais.

A multinacional americana anunciou neste mês a aquisição, através da Sanofi-Aventis, dos direitos mundiais de distribuição do "Exubera" pelo valor de 1,3 bilhão de dólares.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host