UOL Notícias Notícias
 

07/02/2006 - 16h05

Projeto de orçamento dos EUA para 2007 obriga Nasa a apertar o cinto

WASHINGTON, 7 fev (AFP) - O governo Bush pediu nesta segunda-feira ao Congresso um aumento modesto do orçamento da Nasa para o exercício 2007, sinal de um rigor orçamentário generalizado, que obriga a Agência Espacial americana a apertar o cinto para manter o objetivo de conquistar o espaço.

A Casa Branca propôs destinar à Nasa 16,79 bilhões de dólares para 2007, um aumento de apenas 1,02% em relação ao destinado pelo Congresso no ano fiscal 2006, que termina em 30 de setembro.

O administrador da agência espacial, Michael Griffin, assinalou que o aumento orçamentário requerido representava de fato uma alta de 3,2% em relação a 2006, se não forem levados em conta os 349 milhões de emergência adicionais para o conserto de duas fábricas da Nasa danificadas pelo furacão Katrina no fim de agosto.

Griffin reconheceu que o orçamento da Nasa é apertado. "A Nasa simplesmente não tem como fazer tudo o que as várias partes gostariam que ela fizesse", disse.

"O projeto de orçamento para 2007 mostra o compromisso do presidente George W. Bush de colocar em prática a Visão de exploração espacial que ele apresentou no começo de 2004", acrescentou Griffin. O objetivo é levar os americanos à Lua novamente em 2018 ou antes e, a mais longo prazo, enviar uma missão tripulada para Marte.

No total, a Nasa deseja cerca de 1 bilhão de dólares para seus programas científicos espaciais e 1,5 bilhão para aqueles dedicados à exploração espacial, de modo a obter o dinheiro necessário para a manutenção das operações de três ônibus espaciais cujo fim de operação está previsto para 30 de setembro de 2010.

A Nasa prevê ter o sucessor do ônibus espacial, o Crew Exploration Vehicle (CEV), pronto para voar entre 2010 e 2014, disse Griffin ontem. A agência prevê 16 vôos de ônibus espaciais para concluir a montagem da Estação Espacial Internacional (ISS), e outro para realizar a última missão de manutenção do telescópio espacial Hubble, que permita prolongar suas operações.

Dos 16,79 bilhões de dólares requeridos para a Nasa em 2007, cerca de 6,2 bilhões são para o ônibus espacial e a ISS, 3,9 bilhões para o retorno à Lua e 5,3 bilhões para as missões científicas terrestres e espaciais. O pacote prevê ainda 720 milhões de dólares para a pesquisa aeronáutica.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host