UOL Notícias Notícias
 

08/02/2006 - 16h30

Benin proíbe importações de produtos aviários da Nigéria

COTONOU, 8 fev (AFP) - Benin proibiu todas as importações de produtos aviários da vizinha Nigéria (oeste-africano) nesta quarta-feira, depois que Abuja confirmou o primeiro foco da cepa mortal da gripe aviária, H5N1, na África.

"Proibimos todas as importações de aves de criação, pedaços de aves, pintos com um dia de vida, ovos e todos os produtos aviários da Nigéria", disse Guillaume Hounso-Ve, diretor de pecuária do ministério da Agricultura beninense.

"A proibição será mantida oficialmente até segunda ordem", acrescentou.

Mais cedo, o ministro da Agricultura de Benin, Fatiou Akpoglu, havia dito que Benin está tomando medidas para monitorar dando passos para monitorar as aves em busca de focos de gripe aviária, que pode ser a responsável por 88 mortes na Europa e na Ásia desde 1997.

Nesta quarta-feira, a Nigéria confirmou que 40.000 aves morreram em uma granja no norte do país e que o H5N1 foi identificado como o culpado.

A África do Sul e a Mauritânia também proibiram importações de produtos aviários nigerianos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host