UOL Notícias Notícias
 

21/02/2006 - 17h45

Suprema Corte americana examina caso crucial relacionado ao aborto

WASHINGTON, 21 fev (AFP) - A Suprema Corte dos Estados Unidos concordou nesta terça-feira examinar um caso crucial sobre aborto em estado avançado de gravidez, que mostrará ao mundo como a alta instância judicial americana julgará o caso que divide a política americana.

O governo americano apelou de decisões de tribunais inferiores, que julgaram inconstitucional uma lei que proíbe um método cirúrgico de aborto tardio, promulgada no fim de 2003 pelo presidente George W. Bush, principalmente porque não faz exceções em caso de risco de saúde para a mãe.

O caso será observado com atenção, em meio a curiosidade sobre como se pronunciam os novos membros da Corte nomeados por Bush: o presidente John Roberts, um conservador moderado, e o magistrado Samuel Alito, um conservador tolerado pela oposição democrata.

Os opositores dos dois juízes expressaram o temor de que tanto Roberts quanto Alito comecem a socavar o direito ao aborto consagrado em 1973 com a decisão da Suprema Corte sobre o famoso caso "Roe contra Wade".

A Corte anunciou a decisão de examinar o caso Gonzales contra Carhart, que tem prevista uma sessão regular nesta terça-feira.

A lei em questão declara ilegal a interrupção da gravidez em estado avançado, uma vez que o crânio é esmagado antes de o feto ser removido do útero materno.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host