UOL Notícias Notícias
 

01/03/2006 - 10h02

Risco de que gatos transmitam o H5N1 é mínimo

GENEBRA, 1º mar (AFP) - A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera mínimo o risco de que os gatos transmitam para o homem a forma mais mortal da gripe aviária, mas não pode excluir esta possibilidade no estado atual de conhecimento a respeito da doença.

"Não sabemos", declarou à AFP o porta-voz da OMS sobre a gripe, Dick Thompson, perguntado sobre este ponto depois que foi encontrado na Alemanha um gato morto infectado pelo vírus H5N1.

"É significativo? É impossível dizer no momento, mas não parece ser o caso", acrescentou.

Thompson destacou que o risco de uma transmissão do H5N1 para o homem por um pássaro era muito pequeno, e que por outro animal, como o gato, é ainda menor. "É preciso pôr isto em perspectiva", explicou. "Houve 180 milhões de mortes de pássaros devido a esta doença. No entanto identificamos menos de 200 casos humanos".

"Por isso, o risco devido a um contato direto com qualquer animal infectado é mínimo", concluiu.

O gato encontrado na ilha Rugen, a nordeste da Alemanha, não é o primeiro caso de contaminação de felinos pelo H5N1.

No começo de 2004, o vírus da gripe aviária havia sido detectado na Tailândia em gatos domésticos. Dezenas de tigres também morreram de gripe aviária em 2004 no território tailandês.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host