UOL Notícias Notícias
 

02/03/2006 - 13h15

Mãe de Mussawi acredita que filho "está condenado de antemão"

PARIS, 2 mar (AFP) - A mãe do francês Zacarias Mussawi, o único acusado no primeiro processo pelos atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos, declarou nesta quinta-feira que seu filho "está condenado de antemão", acrescentando que teme que "seja sacrificado pelos islâmicos que o arrastaram".

"Creio que está condenado de antemão (...). Temo que seja sacrificado pelos outros, os islâmicos que o arrastaram", declarou Aicha El Wafi, durante uma entrevista coletiva à imprensa na sede da Federação Internacional das Ligas dos Direitos Humanos (FIDH) em Paris.

Também denunciou "os peixes grandes do islamismo que querem poder, vítimas do racismo cotidiano", opinando que "os islâmicos são o câncer do Islã".

Aicha, que viajará no sábado para os Estados Unidos acompanhada do advogado francês Patrick Baudoin, acrescentou que, no entanto, espera que os jurados americanos "sejam justos, tenham consciência e busquem as provas".

Também manifestou sua preocupação pelo estado de Mussawi: "Meu filho está ali, seu pai o abandonou, seu irmão o abandonou, a França o abandonou, está totalmente isolado".

"Creio que não pedirá perdão por algo que não fez, mas vão matá-lo por suas idéias mais que por seus atos. Encontraram um árabe, pobre e instruído, tudo está bem para todo mundo", disse.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host