UOL Notícias Notícias
 

08/03/2006 - 09h20

Irã afirma ter os meios para responder as ameaças dos EUA

VIENA, 8 mar (AFP) - O chefe da delegação iraniana em Viena, Javad Vaidi, declarou à AFP que o Irã tem os meios para responder diretamente ao que considera ameaças americanas.

"Os Estados Unidos provavelmente têm o poder de causar dano e sofrimento, mas também podem sofrer dano e dor. Se os americanos optarem por esta via, vamos por ela", disse Vaidi durante a reunião da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), que examina o dossiê iraniano.

Vaidi também afirmou que o Irã prosseguirá as atividades de pesquisa em matéria de enriquecimento de urânio, apesar da exigência de suspensão por parte da comunidade internacional.

"Do nosso ponto de vista, o processo (de negociação) continua. Temos duas opções. A do compromisso e cooperação e a do confronto. Esperamos que vença a primeira. Porém, de todas as maneiras, prosseguiremos com nossas atividades de pesquisa em matéria de enriquecimento", disse.

Vaidi aproveitou a oportunidade para afirmar que seu país não pretende utilizar, no momento, o petróleo como uma arma na disputa internacional em torno de seu programa nuclear.

"Não utilizaremos a arma do petróleo agora porque não queremos enfrentar outros países. Porém, se a situação mudar, nos veremos obrigados a modificar nossa atitude e nossa política", acrescentou.

Teerã recebeu uma advertência da AIEA, Estados Unidos e União Européia para suspender o enriquecimento de urânio, incluindo a parte das pesquisas, mas o país insiste no direito e prosseguir segundo o Tratado de Não Proliferação.

O Conselho de Segurança da ONU se reunirá na próxima semana para examinar o caso iraniano, informou à AFP um diplomata ligado à AIEA.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h50

    0,14
    3,284
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h55

    0,09
    63.311,19
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host