UOL Notícias Notícias
 

10/03/2006 - 10h32

Justiça espanhola arquiva processo por assassinato de câmera no Iraque

MADRI, 10 mar (AFP) - O juiz espanhol Santiago Pedraz arquivou o processo aberto na Audiência Nacional em decorrência do assassinato em Bagdá, em abril de 2003, de um câmera espanhol, pelo qual havia sido solicitada a busca e prisão de três militares americanos, informou uma fonte judicial.

Segundo a decisão do juiz da Audiência Nacional, principal instância penal espanhola, na morte do câmera José Couso, ocorrida no dia 8 de abril de 2003 no Hotel Palestina de Bagdá, "não houve dolo, sim um ato de guerra contra um inimigo aparente erroneamente identificado".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host