UOL Notícias Notícias
 

10/03/2006 - 22h33

Schwarzenegger indulta assassino que virou pastor

SAN FRANCISCO, 10 mar (AFP) - O governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, decidiu conceder o indulto a um assassino condenado a pelo menos 15 anos de prisão que se tornou, durante o cumprimento da pena, pastor da igreja episcopal, informou seu gabinete nesta sexta-feira.

Conhecido por sua intransigência em relação à pena de morte, Arnold Schwarzenegger aceitou a recomendação de uma comissão penal que se declarou favorável à liberdade de James Tramel, de 38 anos.

Ele foi condenado em 1986 a uma pena de no mínimo 15 anos de prisão podendo se estender à perpétua, pelo assassinato sem motivo de um sem-teto em Santa-Barbara. Na época do crime, James tinha 17 anos. Durante sua detenção, ele se diplomou em Teologia e virou pastor da igreja episcopal.

O governador da Califórnia pode aceitar ou rejeitar as recomendações da comissão penal. "Ele toma cada decisão, baseando-se em cada caso em particular e em função do interesse geral", explicou sua porta-voz, Julie Soderlund.

Desde que chegou ao poder, Schwarzenegger seguiu as recomendações da comissão 116 vezes do total de 429 casos de soltura antecipada de assassinos que lhe foram submetidos. Ele nunca indultou, porém, nenhum condenado à morte.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host