UOL Notícias Notícias
 

10/03/2006 - 16h50

Violência das Farc marca campanha para as eleições legislativas

Por Pablo Rodríguez BOGOTÁ, 10 mar (AFP) - A campanha para as eleições legislativas de domingo na Colômbia foi marcada por uma ofensiva da guerrilha das Farc que deixou 24 mortos e que, segundo o presidente Alvaro Uribe, que tentará a reeleição em maio, tem o objetivo de desprestigiá-lo.

Desde meados de fevereiro, as Farc realizam uma ofensiva no sul do país, que estenderam a outras regiões. A escalada rebelde - tradicional em épocas pré-eleitorais - consiste basicamente no ataque a veículos de transporte públicos e privados que trafegam pelas estradas desafiando suas ameaças.

Para tentar conter a intimidação, o Exército organizou caravanas para escoltar com blindados os ônibus e automóveis. Apesar disso, em 25 de fevereiro um comando das Farc atacou um pequeno ônibus de passageiros que trafegava por uma via do departamento de Caquetá, matando nove ocupantes e deixando 13 feridos. Dois dias depois, outro combando rebelde assassinou nove vereadores do município de Rivera, no departamento de Huila (sureste), no hotel campestre em que eles estavam.

Além desses dois atentados, as Farc realizaram outras ações em 12 dos 32 departamentos do país, causando 24 mortes, quase todas de civis. E também conseguiram afetar regiões do sul do país, onde houve falta de alimentos e gasolina, além de sabotagens ao fornecimento de energia.

Uribe ordenou que todos os efetivos do Exército e da Polícia que cumprem funções administrativas deixassem os quartéis para reforçar a segurança nas ruas e estradas. O presidente afirma que, com a escalada da violência, as Farc pretendem desprestigiar sua política de "segurança democrática", focada no combate aos rebeldes.

As Farc, a guerrilha mais antiga e poderosa do país, com 17 mil combatentes, pediram que os cidadãos não apóiem Uribe nas urnas, por ele representar a "guerra irracional", e afirmaram que não negociarão com ele um acordo de troca de 58 reféns por 500 de seus membros que estão na prisão, proposto pelo grupo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host