UOL Notícias Notícias
 

26/03/2006 - 19h01

Regime comunista chinês cozinhava as crianças, diz Berlusconi

ROMA, 26 mar (AFP) - O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, afirmou neste sábado, em Nápoles (sul), em plena campanha eleitoral para as próximas eleições legislativas, que o regime comunista chinês cozinhava as crianças.

"Acusam-me de ter dito que os comunistas comiam as crianças", comentou Berlusconi num comício eleitoral, "mas leiam 'o livro negro do comunismo' e descobrirão que na China de Mao os comunistas não comiam as crianças, mas as cozinhavam para adubar os campos".

Berlusconi acusou a oposição de centro-esquerda, que lidera as pesquisas para as eleições de 9 e 10 de abril, de contar com "três partidos que se declaram orgulhosos de serem comunistas".

Na reta final da campanha, o chefe de governo e líder da coalizão de centro-direita adotou um tom mais virulento em relação aos magistrados e a seus adversários em geral, aos quais acusa de planejar uma alta de impostos em caso de vitória.

Os ataques aos comunistas são uma prática freqüente de Berlusconi, que estima que salvou a Itália destes grupos ao iniciar sua carreira política com o partido Forza Italia em 1994.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host