UOL Notícias Notícias
 

01/04/2006 - 23h44

Ministro russo caucasiano é agredido por skinheads em Moscou

MOSCOU, 2 abr (AFP) - O ministro da Cultura da república caucasiana russa de Kabardia-Balkaria, Zaur Tutov, foi selvagemente agredido na noite de sábado em Moscou por um grupo de skinheads, informou a imprensa local.

Ele foi hospitalizado com traumatismo craniano e fratura de mandíbula.

Tutov, que também é um conhecido cantor na Rússia, foi atacado por cerca de 15 skinheads perto da Casa de Cultura Sokolinaia Gora, no nordeste da capital russa.

Os agressores, todos jovens na faixa dos 20 anos, tiraram o ministro de seu carro à força, agredindo-o aos gritos de "a Rússia é dos russos" e "Moscou é dos moscovitas", de acordo com testemunhas citadas pela agência de notícias Itar-Tass.

Segundo outras fontes, porém, os skinheads agrediram, em primeiro lugar, integrantes de uma companhia de dança do Cáucaso, da qual a filha de Zaur Tutov faz parte, na entrada da Casa de Cultura.

O ministro, que foi buscar sua filha, tentou conversar com os agressores, que então o atacaram.

As agressões de caráter racista cometidas com freqüência por grupos de skinheads se multiplicaram na Rússia, nestes últimos anos, e acontecem, em geral, contra caucasianos, asiáticos e africanos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h10

    -0,10
    3,132
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h17

    -0,21
    75.830,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host