UOL Notícias Notícias
 

24/04/2006 - 17h17

Londres registra primeiro nascimento na Europa de dragões de Comodo

=(FOTO)= PARIS, 24 abr (AFP) - Pela primeira vez na Europa, quatro dragões de Comodo, resultantes de um misterioso cruzamento, nasceram em uma incubadora do zoológico de Londres, graças a uma cooperação com o parque zoológico de Thoiry, perto de Paris, informou este último à imprensa nesta segunda-feira.

Os pequenos répteis medindo quinze centímetros de comprimento, que na idade adulta passarão dos quatro metros, saíram no fim de março dos ovos postos por Sungai, originária de Thoiry, e levada para Londres no contexto de um programa de criação européia desta espécie, ameaçada de extinção.

A decisão de mantê-la no zoológico britânico foi tomada pela diretora do parque Thoiry, Colomba de La Panouse, a fim de evitar um cruzamento consangüíneo porque Sungai e seu companheiro, Kinaam, eram primos. Assim, o casal passou a viver em grutas e jardins separados, antes de encontrar outros parceiros, No ano passado, Sungai estava em Londres e Kinaam em outro zoológico britânico, situado em Chester.

Foi então que começou o mistério. Assim que chegou, antes de encontrar seu novo companheiro e dois anos depois de sua separação de Kinaam, Sungai pôs os ovos fecundados, dos quais nasceram os quatro bebês.

"Duas hipóteses são possíveis", explicou à AFP o fundador do parque de Thoiry, Paul de la Panouse. "Ou as fêmeas dos dragões de Comodo são dotadas de uma espermateca (um local para armazenamento de esperma), possibilitando que Sungai tenha guardado vivos, durante dois anos, os espermatozóides ou os ovos fecundados por Kinaam, ou elas são capazes de se reproduzir por partenogênese, ou seja, autofecundando-se, produzindo clones delas mesmas".

A resposta será dada por um estudo genético, que permitirá ainda determinar o sexo dos bebês (impossível de deduzir por sua anatomia). Mas, para Paul de la Panouse, "há nove chances em dez de que o pai seja Kinaam".

Os dragões de Comodo são originários da Indonésia, mais precisamente da pequena ilha vulcânica do qual receberam o nome, bem como da ilha vizinha de Rinca e de uma parte da ilha de Flores. Sua população, inferior a 3.000 indivíduos, está ameaçada pelos riscos de erupção vulcânica e pela caça ilegal de cervos, javalis e outros herbívoros dos quais se alimentam.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host