UOL Notícias Notícias
 

02/05/2006 - 12h24

Derretimento de geleiras tibetanas causa tempestades de areia na China

PEQUIM, 2 mai (AFP) - O aquecimento do clima está provocando cada vez mais o derretimento das geleiras tibetanas, que perderam 7% de seu volume, ocasionando a desertificação e tempestades de areia no norte da China, informou nesta terça-feira a agência Nova China.

Os dados recolhidos nos últimos quarenta anos mostram que uma aceleração do derretimento dos gelos do planalto de Qinghai-Tibet, conhecido como "Teto do Mundo", gera a erosão dos solos e, ao final, a "maior seca, desertificação e tempestades de areia", analisou Dong Guangrong, um especialista da Academia de Ciências chinesa citado pela agência estatal.

O planalto do Himalaia (oeste) conta com 47% das geleiras chinesas que servem de fonte para inúmeros rios asiáticos, como o Yangtzé, o Rio Amarelo, o Brahmaputra ou o Mekong.

O norte da China, incluindo Pequim, sofreu treze tempestades de areia neste ano, atribuídas à desertificação do noroeste do país.

Em 17 de abril cerca de 336.000 toneladas de poeira e areia caíram sobre a capital, provocando uma forte poluição, segundo estimativas oficiais.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h39

    0,50
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h47

    0,31
    74.674,12
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host