UOL Notícias Notícias
 

10/05/2006 - 23h04

Chá verde não reduz risco de problemas cardiovasculares

WASHINGTON, 10 maio (AFP) - O chá verde não reduz os riscos de doenças cardiovasculares, concluiu a agência americana de regulamentação de remédios e alimentos (FDA) em um relatório divulgado nesta quarta-feira.

A FDA rejeitou assim um pedido feito em 2005 pela companhia japonesa Ito En Ltd, primeiro produtor mundial de chá verde, para obter autorização nos Estados Unidos para indicar o produto no tratamento preventivo de doenças cardíacas.

"Baseado no exame de elementos científicos e de outras informações que integram o pedido (...) a FDA concluiu que não há qualquer evidência crível que justifique uma indicação em bula sobre o efeito do chá verde na redução de doenças cardiovasculares", disse Barbara Schneeman, diretora do Bureau de produtos de nutrição e complementos alimentares.

Ito En Ltd e sua filial americana afirmam que beber diariamente "ao menos 150 ml de infusão de chá verde reduz vários fatores ligados a doenças cardiovasculares".

O chá verde é produzido a partir das folhas da camellia sinensis e, ao contrário do chá preto, as folhas utilizadas para a infusão não são fermentadas.

A FDA já tinha concluído que o chá verde não reduz os riscos de câncer do seio ou da próstata.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host