UOL Notícias Notícias
 

10/05/2006 - 14h51

Estudo confirma a violência do homem do período Neolítico

PARIS, 10 mai (AFP) - O homem do período Neolítico tinha alta probabilidade de ser atingido na cabeça em ataques de seus semelhantes, segundo um estudo que será publicado no sábado na revista New Scientist e que mostra a violência dos trogloditas.

Os arqueólogos Rick Schulting, da Queen's University Belfast, e Mick Wysocki, da Universidade Central de Lancashire, estudaram os crânios de 350 pessoas que viviam no sul da Inglaterra entre os anos 4.000 e 3.200 antes de Cristo.

Entre 4% e 5% dos crânios estudados apresentavam cicatrizes, enquanto que 2% mostravam feridas não curadas, o que quer dizer, segundo os especialistas, que a pessoa morreu num ataque ou por causa das feridas.

A maioria dos golpes fatais foi na parte esquerda da cabeça, o que significa que a maioria dos ataques eram realizada por destros.

"As feridas eram majoritariamente causadas por objetos não pontiagudos, embora alguns crânios parecem ter sido cortados por lascas de pedra e há algumas evidências de que as orelhas foram cortadas", explicam os cientistas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h09

    0,02
    3,158
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h20

    0,22
    74.610,90
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host