UOL Notícias Notícias
 

11/05/2006 - 14h46

EADS Astrium construirá satélite para estudar a Via Láctea

PARIS, 11 mai (AFP) - A empresa EADS Astrium, filial do grupo de aviação e defesa europeu EADS, assinou nesta quinta-feira com a Agência Espacial Européia um contrato para a criação do satélite Gaia por um valor total de 317 milhões de euros (400 milhões de dólares), informou a companhia em um comunicado divulgado em Paris.

Dotado de um sensor de um bilhão de pixels, sua missão será observar a Via Láctea e "mapear em três dimensões objetos celestes com uma precisão desconhecida até agora", segundo Antoine Bouvier, presidente da EADS Astrium, líder européia em satélites.

Este satélite de duas toneladas, que deverá ser lançado em dezembro de 2011, entrará em órbita a 1,5 milhão de quilômetros da Terra.

O Gaia registrará em sua memória "mais de um bilhão de estrelas" durante uma missão de cinco anos, segundo a empresa.

Seu objetivo será estudar a formação e evolução da galáxia, o que ajudará a promover importantes avanços na astronomia.

O satélite será equipado com um telescópio de uma precisão excepcional que o permitiria "encontrar, por exemplo, da Lua uma moeda de um euro na Terra", comparou EADS.

Toda a concepção deste satélite será realizada na França, os sistemas mecânicos, térmicos e de propulsão, na Alemanha, e os sistemas de gestão de dados, no Reino Unido.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host