UOL Notícias Notícias
 

12/05/2006 - 13h23

Irã rejeita informação sobre descoberta de urânio enriquecido

TEERÃ, 12 mai (AFP) - As informações sobre a descoberta pela AIEA de indícios de urânio altamente enriquecido em uma instalação nuclear iraniana não têm "fundamento", declarou nesta sexta-feira o porta-voz do ministério iraniano das Relações Exteriores, Hamid Reza Assefi, falando à televisão estatal.

Mais cedo, diplomatas ocidentais em Viena informaram que a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) teria encontrado indícios de urânio altamente enriquecido em uma instalação onde o Irã negou estar realizando este tipo de atividade.

As partículas de urânio altamente enriquecido foram descobertas em amostras tiradas pelos inspetores da agência de segurança nuclear da ONU no centro de pesquisas de Lavizan, perto de Teerã, que foi destruído em 2004 pelas autoridades iranianas.

"Os inspetores encontraram partículas de urânio altamente enriquecido, mas não está claro se procedem de centrífugas que foram contaminadas ou é algo novo", afirmou uma fonte próxima à AIEA.

Outros diplomatas afirmaram que este urânio, em quantidades microscópicas, procedia de bombas de vácuo e que a descoberta da agência deixou os iranianos nervosos.

Nos anos anteriores, os inspetores da AIEA descobriram partículas de urânio altamente enriquecido e indícios escassamente enriquecido em diferentes instalações nucleares iranianas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host