UOL Notícias Notícias
 

02/06/2006 - 15h33

Ocidente não pode privar o Irã de seus direitos (presidente do Irã)

TEERÃ, 2 jun (AFP) - Os países ocidentais não podem privar o Irã de seus direitos em matéria nuclear, declarou nesta sexta-feira o presidente do Irã, Mahmud Ahmadinejad.

"As pressões de algumas potências para nos obrigar a abandonar nossos direitos (em matéria nuclear) não darão resultados", declarou o presidente iraniano, citado pela agência oficial Irna.

Trata-se da primeira reação oficial iraniana ao acordo de ontem em Viena entre americanos, europeus, russos e chineses para apresentar ao Irã "propostas importantes", misturando medidas de estímulo e repressivas, a fim de convencer o país a suspender seu programa nuclear controverso.

"Infelizmente, alguns países que possuem arsenais de armas nucleares (...) querem nos privar de nosso direito absoluto", acrescentou Ahmadinejad durante um encontro com o secretário-geral da Organização da Conferência Islâmica (OCI) Ekmeleddin Ihsanoglu.

O Irã considera seu enriquecimento de urânio um direito inalienável e legítimo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host